MINHA PÁGINA NO FACE

MINHA PÁGINA NO FACE
SIGA MINHA PÁGINA

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

mensagem 30.12.15

A onça, o urso e o morango

Um sujeito estava caído num barranco e se agarrou as raízes de uma árvore. Em cima do barranco, havia um urso imenso querendo devorá-lo. O urso rosnava, babava e mostrava os dentes. Embaixo, prontas para engoli-lo, quando caísse, estava nada mais nada menos que 6 onças.

As onças embaixo. O urso em cima. Meio perdido, ele olhou para o lado e viu um morango vermelho, lindo, enorme. Num esforço supremo apoiou seu corpo sustentado apenas pela mão direita e com a esquerda pegou o morango. Levou o morango à boca e se deliciou com o sabor doce e suculento da fruta. Foi um prazer supremo comer aquele morango.

Aí você pensa: e o urso? Dane-se o urso e coma o morango. E as onças? Azar das onças. Coma o morango. Sempre existirão ursos querendo devorar nossas cabeças e onças prontas para arrancar nossos pés. Mas nós sempre precisamos saber comer morangos. Você pode dizer: "...mas eu tenho muitos problemas para resolver...", mas os problemas não impedem ninguém de ser feliz. Coma o morango, poderá não haver outra oportunidade.

Não deixe para depois. O melhor momento para ser feliz é agora! Coma o morango!

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

mensagem 29.12.15

Só dê ouvidos a quem te ama. Outras opiniões, se não fundamentadas no amor, podem representar perigo. Tem gente que vive dando palpite na vida dos outros. O faz porque não é capaz de viver bem a sua própria vida. É especialista em receitas mágicas de felicidade, de realização, mas quando precisa fazer a receita dar certo na sua própria história, fracassa.
Tem gente que gosta de fazer a vida alheia a pauta principal de seus assuntos. Tem solução para todos os problemas da humanidade, menos para os seus. Dá conselhos, propõe soluções, articula, multiplica, subtrai, faz de tudo para que o outro faça o que ele quer.
Só dê ouvidos a quem te ama, repito. Cuidado com as acusações de quem não te conhece. Não coloque sua atenção em frases que te acusam injustamente. Há muitos que vão feridos pela vida porque não souberam esquecer os insultos maldosos. Prenderam a atenção nas palavras agressivas e acreditaram no conteúdo mentiroso delas.
Há muitos que carregam o fardo permanente da irrealização porque não se tornaram capazes de esquecer a palavra maldita, o insulto agressor. Por isso repito: só dê ouvidos a quem te ama. Não se ocupe demais com as opiniões de pessoas estranhas. Só a cumplicidade e conhecimento mútuo pode autorizar alguém a dizer alguma coisa a respeito do outro.
Ando pensando no poder das palavras. Há palavras que bendizem, outras que maldizem. Descubro cada vez mais que Jesus era especialista em palavras benditas. Quero ser também. Além de bendizer com a palavra, Ele também era capaz de fazer esquecer a palavra que amaldiçoou. Evangelizar consiste em fazer o outro esquecer o que nele não presta, e que a palavra maldita insiste em lembrar.
Quero viver para fazer esquecer... Queira também. Nem sempre eu consigo, mas eu não desisto. Não desista também. Há mais beleza em construir que destruir.
Repito: só dê ouvidos a quem te ama. Tudo mais é palavra perdida, sem alvo e sem motivo santo.
Só mais uma coisa. Não te preocupes tanto com o que acham de ti. Quem geralmente acha não achou nem sabe ver a beleza dos avessos que nem sempre tu revelas.
O que te salva não é o que os outros andam achando, mas é o que Deus sabe a teu respeito.

Pe.Fábio de Melo

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

mensagem 28.12.15

Um belo dia, alguém coloca fogo na floresta.Os animais em polvorosa começam a fugir.
Nadando e voando, cruzam o rio, buscando segurança.
O escorpião se desespera. Não tem asas nem sabe nadar.
Pior, ninguém está disposto a ajudá-lo. Sua fama o precede…
O sapo, vendo a cena, lhe oferece ajuda: “mas você tem de se comportar!”
A proximidade do fogo, e da morte, servem de motivação para o escorpião concordar com todas as exigências do sapo.
Acerto verbal selado, o escorpião sobe nas costas do sapo que inicia a travessia.
No meio do rio, o sapo sente a ferroada.
Antes de morrer, a pergunta:
- “Por que você fez isso escorpião?! Agora nós dois vamos morrer!”
Constrangido o escorpião confessa:
- “É a minha natureza”
Tenho visto muita gente carregando escorpiões nas costas, imaginando que eles se comportarão bem por não terem outra opção.
Avalie a natureza das pessoas e os motivos que as levam a concordarem com você (ou a fazerem negócio com você). Não faça concessões que você sabe que são excessiva ou desnecessariamente arriscadas.

Lembre-se, não foi você que colocou fogo na floresta

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

mensagem 21.12.15

O elevado custo da desforra
Mesmo que você não possa amar a seus inimigos, ame pelo menos a você mesmo. E use esse amor por você mesmo para não permitir que seus inimigos controlem a sua felicidade, a sua saúde e a sua vida.

Quando você odeia seus inimigos, está dando a eles poder
sobre você mesmo: sobre seu sono, seu apetite, sua pressão arterial, sua saúde, sua felicidade.
Passar dias e noites se preocupando em como desforrar-se deles, arquitetando vinganças mirabolantes, só faz mal a você mesmo. O seu ódio não causa efeito a eles, mas faz com que seus dias e suas noites se transformem em verdadeiros infernos.
Um meio para acabar com esse sentimento ruim e devastador é perdoar seus inimigos e esquecê-los. Para chegar a isso, passe a dedicar-se a alguma coisa infinitamente maior do que o mero desejo de vingança.
E, para cultivar uma atitude mental que traga paz e felicidade, lembre-se desse princípio: nunca procure vingar-se de seus inimigos porque, se o fizer, vai ferir mais a si mesmo do que a eles; não desperdice um minuto sequer falando ou pensando em pessoas que não o agradam.

Bom dia!!
O elevado custo da desforra
Mesmo que você não possa amar a seus inimigos, ame pelo menos a você mesmo. E use esse amor por você mesmo para não permitir que seus inimigos controlem a sua felicidade, a sua saúde e a sua vida.
Amir e Farid eram dois mercadores árabes muito amigos. Sempre viajavam juntos, cada qual com seus camelos, mercadorias, escravos e empregados.

Numa das viagens em que o calor se apresentava abrasador, pararam às margens de um grande rio. Farid resolveu tomar um banho e para isso mergulhou nas águas caudalosas. Fosse porque se distraísse ou porque não se apercebesse, acabou sendo arrastado pela correnteza do rio. Amir, pressentindo o risco que corria o amigo, atirou-se no rio e o salvou, embora com esforço.

Muito agradecido, Farid chamou um dos seus escravos e lhe ordenou que escrevesse numa pedra próxima, em letras grandes e profundas: "aqui, com risco de perder sua própria vida, Amir salvou o seu amigo Farid."

A viagem prosseguiu. Os negócios se realizaram e no retorno, pararam no mesmo local para um descanso rápido. Começando a conversar, iniciaram uma discussão por divergência de opiniões. Com os ânimos acirrados, Amir esbofeteou Farid.

Então Farid se aproximou da margem do rio, escolheu uma pequena vara e escreveu na areia: "aqui, por motivos tolos, Amir esbofeteou Farid."

O escravo que escrevera na rocha a frase anterior, ficou intrigado e perguntou: "senhor, quando foi salvo, mandou gravar o feito numa pedra. Agora escrevi na areia a ofensa recebida. Por que ?"

Farid largou a vara, olhou o escravo e respondeu: "os atos de bondade, de amor e de abnegação devem ser gravados na rocha para que todos os que tiverem oportunidade de tomar conhecimento deles, procurem imitá-los. Porém, quando recebermos uma ofensa, devemos escrevê-la na areia, bem perto das águas, para que seja por elas levada. Assim procedendo, ninguém tomará conhecimento dela. E, acima de tudo, para que qualquer mágoa desapareça de pronto do nosso coração."

Quando você odeia seus inimigos, está dando a eles poder
sobre você mesmo: sobre seu sono, seu apetite, sua pressão arterial, sua saúde, sua felicidade.
Passar dias e noites se preocupando em como desforrar-se deles, arquitetando vinganças mirabolantes, só faz mal a você mesmo. O seu ódio não causa efeito a eles, mas faz com que seus dias e suas noites se transformem em verdadeiros infernos.
Um meio para acabar com esse sentimento ruim e devastador é perdoar seus inimigos e esquecê-los. Para chegar a isso, passe a dedicar-se a alguma coisa infinitamente maior do que o mero desejo de vingança.

E, para cultivar uma atitude mental que traga paz e felicidade, lembre-se desse princípio: nunca procure vingar-se de seus inimigos porque, se o fizer, vai ferir mais a si mesmo do que a eles; não desperdice um minuto sequer falando ou pensando em pessoas que não o agradam.

Bom dia!!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

mensagem 17.12.15

O PODER DAS PEQUENAS COISAS


O construtor de pontes, Charles Eliet, foi contratado para construir uma ponte suspensa sobre o rio Niagara.

O primeiro problema que ele enfrentou era descobrir uma forma para esticar o seu primeiro cabo através da larga extensão de águas. Se um barco tentasse cruzar o rio seria varrido sobre as quedas.

Eliet pensou em uma idéia muito simples. Se uma pipa pudesse voar até a margem oposta usando um leve cordão, um cordão mais forte poderia ser amarrado à este e poderia ser puxado para o outro lado, então um cordão mais forte seria puxado através deste e assim por diante até que o cabo de aço desejado pudesse ser unido e arrastado até o outro lado.

Eliet indicou uma competição de pipas e um jovem chamado Homan Walsh prosperou na sua segunda tentativa. O plano simples de Charles Eliet funcionou e a ponte foi construída.

Na nossa vida, muitas vezes nos sentimos como não tendo um papel muito importante à desempenhar. O que fazemos parece tão insignificante. Mas não é bem assim. Cada cristão tem uma parte importante no jogo da vida. O todo é uma soma das numerosas "pequenas coisas" que somos chamados a fazer todos os dias.

Jesus começou a espalhar o evangelho pelo mundo inteiro por simplesmente enviar seus discípulos de dois em dois!
Então, nunca subestime a importância do que Deus lhe chamou a fazer. O importante é persistir - dia após dia!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

mensagem 16.12.15

FUJA DOS CARANGUEJOS
Atalaia é uma praia muito bonita no estado do Pará. Quando visitei essa praia de Salinas pela primeira vez, vi algo novo, uma senhora cozinhando caranguejos.
Fiquei curioso ao observar que os caranguejos ainda vivos, ficavam guardados em uma caixa, e a senhora os colocava em uma grande panela com água e fogo embaixo.
De repente, um dos caranguejos tentou escapar da panela. Então, avisei à senhora que um almoço estava tentando fugir. A senhora nem olhou para trás, disse apenas: “-Foge não, moço, foge não”.
Ela tinha razão. O caranguejo estava quase fugindo da panela, quando outro colega (caranguejo) que estava logo atrás puxou-o para baixo. Quando um caranguejo tentava fugir, aparecia outro puxando para baixo.
Todos os caranguejos ficaram na panela e tornaram-se aperitivos dos clientes.
Essa cena engraçada traz algumas reflexões, ou seja, existem algumas pessoas que podem ser como caranguejos na sua vida.
Você tem um sonho, uma meta, e algumas pessoas jogam uma ducha de água fria: “Esse plano não vai dar certo, isso já foi tentado”.
Você deve conhecer pessoas assim: negativas e pessimistas, são como caranguejos que andam para trás.
Talvez, o pior dos caranguejos seja você mesmo, com pensamentos negativos a respeito de você mesmo.
A vida é o resultado das decisões que tomamos. Se você tem metas medíocres, terá resultados medíocres, portanto, sonhe alto, busque o melhor para sua vida.
O caranguejo pode ser um prato delicioso, mas ser um caranguejo, na vida real, é andar para trás.


Gilberto Takashi Suzuki

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

mensagem 15.12.15

A janela
A menina debruçada na janela, trazia nos olhos grossas lágrimas e o peito oprimido pelo sentimento de dor causado pela morte do seu cão de estimação.
Com pesar, observava atenta o jardineiro a enterrar o corpo do amigo de tantas brincadeiras.
A cada pá de terra jogada sobre o animal, sentia como se sua felicidade estivesse sendo soterrada também.
A avó que observava a neta, aproximou-se, envolveu-a num abraço e falou-lhe com serenidade:
Triste a cena, não é verdade?
A netinha ficou ainda mais triste e as lágrimas rolaram em abundância.
No entanto, a avó, que sinceramente desejava confortá-la, chamou-lhe a atenção para outra realidade.
Tomou-a pela mão e a conduziu até uma janela opostamente localizada na ampla sala.
Abriu as cortinas e permitiu que ela visse o imenso jardim florido à sua frente, e lhe perguntou carinhosamente:
Está vendo aquele pé de rosas amarelas, bem ali à frente?
Lembra que você me ajudou a plantá-lo? Foi num dia de sol como o de hoje, que nós duas o plantamos.
Era apenas um pequeno galho cheio de espinhos, e hoje…
Veja como está lindo, carregado de flores perfumadas e botões como promessa de novas rosas…
 A menina enxugou as lágrimas que ainda teimavam em permanecer em sua face e abriu um largo sorriso, mostrando as abelhas que pousavam sobre as flores e as borboletas que faziam festa entre uma e outra, das tantas rosas de variadas matizes, que enfeitavam o jardim.
A avó, satisfeita por tê-la ajudado a superar o momento de dor, falou-lhe com afeto: Veja, minha neta, a vida nos oferece sempre várias janelas.



Quando a paisagem de uma delas nos causa tristeza, sem que possamos alterar-lhe o quadro, voltemo-nos para outra, e certamente nos depararemos com uma paisagem diferente. A paisagem da esperança, da alegria e da paz.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

mensagem 14.12.15

Educar o olhar!

     Se você colocar um falcão em um cercado de um metro quadrado, inteiramente aberto em cima, ele se tornará um prisioneiro, apesar de sua habilidade de vôo. A razão é que um falcão sempre começa seu vôo com uma pequena corrida em terra. Sem espaço para correr, nem mesmo tentará voar e permanecerá preso pelo resto da vida, nessa pequena cadeia sem teto.
     O morcego, criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado. Se for colocado em um piso completamente plano, tudo o que ele conseguirá fazer será andar de forma confusa e dolorosa, procurando alguma ligeira elevação de onde possa se lançar ao voo.
     Um zangão, se cair em um pote de vidro aberto em cima, ficará lá até morrer ou ser removido. Ele não vê a saída no alto, por isso persiste em tentar sair pelos lados, próximo ao fundo. Procurará uma maneira de sair onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente de tanto se atirar contra as paredes do vidro.
     Existem pessoas como o Falcão, o Morcego e o Zangão: atiram-se obstinadamente contra os obstáculos, sem perceber que a saída está logo acima.
     Se você está como um zangão, um morcego ou um falcão, cercado(a) de problemas por todos os lados, olhe para cima! 
      E lá estará a saída: DEUS...

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

mensagem 11.12.15

Na vida, se quisermos ter a oportunidade de alcançar nossos sonhos ou objetivos, teremos que sair e buscá-los, sem medir nossos esforços.
As oportunidades vão passar batido se não formos buscá-las. Às vezes estão bem na nossa cara e, em outras situações, estão há quilômetros de distância… mas o que é claro é que não estão nos esperando.

Com frequência, nos lamentamos e reclamamos que não vivemos a vida que havíamos pensado, que não trabalhamos com o que gostamos e que a oportunidade que estávamos esperando não chega até nós, mas você realmente colaborou para o que você pretendia ou queria que acontecesse?

As receitas rápidas para essas questões não costumam funcionar. É preciso atitudes e as aptidões, persistência e a paixão pelo que fazemos, somado ao improviso como a busca de alternativas e a tolerância à frustração.
Formule o seu objetivo, concreto e simples; determine quais são os objetivos específicos que lhe farão alcançar a sua meta, sempre de maneira positiva. Mas seja consciente de que é um processo.
E, como em todo processo, você terá que se arriscar. Também pode se inspirar em alguém que lhe sirva de exemplo.
Chega de culpar os outros ou as circunstâncias e seja responsável para colher o que planta na sua vida.
Haverá obstáculos e medos, imprevistos e desenganos. Haverá, inclusive, ocasiões nas quais iremos querer desistir, mas sinta que pode, que é capaz!

Cada crise, cada confusão ou cada falha é uma oportunidade para ressurgir e se recriar. Não tema! a possibilidade de retificar e aprender com o seu erro é o que lhe dará experiência para estar mais próximo do que quer e, geralmente, de si mesmo. Portanto, quando quiser algo, busque. Abra todas as possibilidades e construa todas as portas que precisa para continuar avançando. Seja constante, persistente e lute.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

mensagem 09.12.15

A Cor da Saudade
Era uma vez uma menina que tinha um pássaro encantado.
Ele era encantado por duas razões: não vivia em gaiolas, vivia solto e vinha quando queria, quando sentia saudades...
Sempre que voltava, suas penas tinham cores diferentes, as cores dos lugares por onde tinha voado.
Certa vez, voltou com penas imaculadamente brancas e contou histórias de montanhas cobertas de neve.
Outra vez, suas penas estavam vermelhas e contou histórias de desertos incendiados pelo sol.
Era grande a felicidade quando eles estavam juntos.

Mas, sempre chegava a hora do pássaro partir...
A menina chorava e implorava:
- Por favor, não vá. Terei saudades, vou chorar.
- Eu também terei saudades - dizia o pássaro - mas vou lhe contar um segredo! Eu só sou encantado por causa da saudade. É ela que faz com que minhas penas fiquem bonitas... senão você deixará de me amar. E partiu. A menina, sozinha, chorava.
Uma certa noite ela teve uma ideia: e se o pássaro não partir? Seremos felizes para sempre! Para ele ficar, basta que eu o prenda numa gaiola. E assim o fez.
A menina comprou uma gaiola de prata, a mais linda que encontrou. Quando o pássaro voltou, eles se abraçaram, ele contou histórias e adormeceu.
A menina aproveitou o seu sono e o engaiolou.

Quando o pássaro acordou deu um grito de dor.
- Ah ! O que você fez? Quebrou o encanto. Minhas penas ficarão feias e eu me esquecerei das histórias. Sem a saudade, o amor irá embora...
A menina não acreditou... achou que ele se acostumaria.
Mas, não foi isso o que aconteceu. Caíram as plumas e as penas transformaram-se em um cinzento triste.
Não era mais aquele o pássaro que ela tanto amava...
Até que ela não aguentou mais e abriu a porta da gaiola.
- Pode ir, pássaro - disse - volte quando você quiser...
- Obrigado - disse o pássaro - irei e voltarei quando ficar encantado de novo. Você sabe, ficarei encantado de novo quando a saudade voltar dentro de mim e dentro de você.

Meu amigo
Quantas vezes aprisionamos a quem amamos, pensando que estamos fazendo o melhor?
Pense... deixar livre é uma forma singela de ter...
Direcione o seu amor não para a prisão e sim para a conquista, sempre.

mensagem 08.12.15

A cabeça faz a diferença
Paulo e João são colegas de trabalho.

Paulo é casado há 15 anos com laura, que tem sido uma esposa muito carinhosa e compreensiva. João é casado com Maria há 2 anos. Maria é muito ciumenta.

Numa sexta-feira Paulo e João precisaram trabalhar até mais tarde e não conseguiram avisar as suas esposas tal imprevisto.

Após o exaustivo trabalho eles passaram num bar, a caminho de casa, e tomaram uma cerveja.

laura em casa, preocupada com a demora do marido, ficou pensando que deveria ter ocorrido algum imprevisto. Começou a rezar para que nenhum mal lhe tivesse acontecido.

Maria, por sua vez, imaginou seu marido no bar com outras mulheres.

Paulo chegou em casa e foi recebido por sua esposa com um grande beijo. João foi recebido com insultos e tapas.

O ciúme jamais criou amores.
Jamais fez alguém feliz.
É patrocinado pelo ódio, pela insegurança, pela desconfiança.
Avilta.
É inimigo mortal da liberdade.
Adora grades, jaulas insanas da posse.
Não sabe fazer carinho. Adora a dor.
Privilegia o vício. Adorna a vilolência contra a liberdade.
Sobrvive da falta de coragem de dizer chega.
O ciúme não é parte da relação.
Não prova nada de bom.
Não assegura amor.
De todas as doenças que consemoem a alma o ciúme é aqeuela que nunca terá cura. A ele tudo serve de alimento mas nada serve de remédio.

O ciúme envenena a alma, cega a inteligência e não é sinônimo de amor, ele é a insegurança e a vaidade, exercendo seu egoísmo sobre o conceito ilusório de afeto.

mensagem 07.12.15

Na estante


Quando Lucia chegou em casa depois da escola, ela deu um beijo em sua mãe, agarrou um biscoito e foi para o piano. A mãe sorriu quando Cátia começou a tocar sua música favorita. Cátia adorava música e tocar piano.

Quando Cátia parou de tocar, ela foi até a cozinha.
- A Lúcia convidou algumas de nós para jogar vídeo game hoje à noite. - ela disse - Eu posso ir?
- Acho que sim. - sua mãe concordou - A propósito, a Sra. Parker ligou hoje. Ela disse que gostaria que você tocasse na festa da escola de música, na semana que vem. Eu disse que lhe perguntaria, mas que eu estava certa de que você aceitaria.
- Ah, mãe! - Cátia exclamou com desânimo - Não quero fazer isto! Hoje à noite eu ligo e falo com ela.

Ela fechou a cara e saiu da cozinha antes que sua mãe pudesse protestar. A mãe suspirou. Apesar da habilidade e do amor de Cátia pela música, ela rejeitava qualquer proposta de tocar em público.
- Tocarei quando eu for mais velha. Era o que sempre dizia.

Quando Cátia voltou da casa da Lúcia naquela noite, ela parecia triste.
- Você não se divertiu? Sua mãe perguntou.
- Oh, sim. - Cátia murmurou - Mas sabe o que é? Nós estávamos no quarto da Lúcia e em cima da estante eu vi o colar eu dei para ela no seu aniversário. Ainda está na caixa! Quando eu dei a ela, ela disse que era bonito e que tinha gostado. Se ela realmente gostou, por que ela não usa? Eu gastei dois meses de mesada para pagar o colar que agora só fica guardado!

- Eu sinto muito. - a mãe respondeu simpaticamente - Talvez ela use mais tarde.

E, depois de uma ligeira pausa, adicionou,
- Cátia, você não estará tratando o presente que Deus lhe deu da mesma forma que a Lúcia está tratando o seu?
- Como assim? Cátia perguntou.

- Deus lhe deu o presente da música, inclusive a habilidade de tocar piano. Você gosta de tocar em casa, mas como a Lúcia, você parece pouco disposta a "tirar seu presente da estante" e usar em qualquer outro lugar.

Cátia ficou calada e pensativa por algum tempo. Finalmente admitiu,
- Acho que você está certa. Eu direi à Sra. Parker que aceito o convite

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

mensagem 01.12.15

É uma lição de fé. 


Uma garotinha esperta de apenas seis anos de idade, ouviu seus pais conversando sobre seu irmãozinho mais novo. Tudo que ela sabia era que o menino estava muito doente e que estavam completamente sem dinheiro.

Iriam se mudar para um apartamento num subúrbio, no próximo mês, porque seu pai não tinha recursos para pagar as contas do médico e o aluguel do apartamento. Somente uma intervenção cirúrgica muito cara poderia salvar o garoto, e não havia ninguém que pudesse emprestar-lhes dinheiro. A menina ouviu seu pai dizer a sua mãe chorosa, com um sussurro desesperado:

"somente um milagre poderá salva-lo.

Ela foi ao seu quarto e puxou o vidro de gelatina de seu esconderijo, no armário. Despejou todo o dinheiro que tinha no chão e contou-o cuidadosamente, três vezes. O total tinha que estar exato. Não havia margemde erro. Colocou as moedas de volta no vidro com cuidado e fechou a tampa. Saiu devagarzinho pela porta dos fundos e andou cinco quarteirões até chegar a farmácia. Esperou pacientemente que o farmacêutico a visse e lhe desse atenção, mas ele estava muito ocupado no momento. Ela, então, esfregou os pés no chão para fazer barulho, e nada! Limpou a garganta com o som mais alto que pode, mas nem assim foi notada. Por fim, pegou uma moeda e bateu no vidro da porta.

Finalmente foi atendida!
"O que você quer? " perguntou o farmacêutico com voz aborrecida. "Estou conversando com meu irmão que chegou de Chicago e que não vejo ha séculos",disse ele sem esperar resposta.

"Bem, eu quero lhe falar sobre meu irmão", respondeu a menina no mesmo tom aborrecido. "Ele está realmente doente... E eu quero comprar um milagre."

"Como?", balbuciou o farmacêutico admirado. "Ele se chama André e está com alguma coisa muito ruim crescendo dentro de sua cabeça e papai disse que só um milagre poderá salva-lo." E é por isso que eu estou aqui. Então, quanto custa um milagre?"

"Não vendemos milagres aqui, garotinha. Desculpe, mas não posso ajuda-la",respondeu o farmacêutico, com um tom mais suave.

"Escute, eu tenho o dinheiro para pagar. Se não for suficiente,
conseguirei o resto. Por favor, diga-me quanto custa, insistiu a pequena."
O irmão do farmacêutico era um homem gentil. Deu um passo a frente e perguntou a garota: "Que tipo de milagre seu irmão precisa?

"Não sei", respondeu ela, levantando os olhos para ele. "Só sei que ele está muito mal e mamãe diz que precisa ser operado. Como papai não pode pagar, quero usar meu dinheiro."

"Quanto você tem?", perguntou o homem de Chicago.

"Um dólar e onze centavos", respondeu a menina num sussurro. "E tudo que tenho, mas posso conseguir mais se for preciso."

"Puxa, que coincidência", sorriu o homem. "Um dólar e onze centavos! Exatamente o preço de um milagre para irmãozinhos."

O homem pegou o dinheiro com uma mão e, dando a outra mão a menina, disse: "Leve-me até sua casa. Quero ver seu irmão e conhecer seus pais. Quero ver se tenho o tipo de milagre que você precisa."

Aquele senhor gentil era um cirurgião, especializado em Neurocirurgia. A operação foi feita com sucesso e sem custos. Alguns meses depois Andrew estava em casa novamente, recuperado.

A mãe e o pai comentavam alegremente sobre a seqüência de acontecimentos ocorridos. "A cirurgia", murmurou a mãe, "foi um milagre real. Gostaria de saber quanto custou!"

A menina sorriu. Ela sabia exatamente quanto custa um milagre... Um dólar e onze centavos...

Confie no Senhor, e o mais....Ele fará. Não importa quão grande é o seu problema... Creiam, o Senhor é o Deus do impossível!

Acaso haverá alguma coisa difícil demais para Ele?

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

mensagem 30.11.15

Ser feliz em meio as ruínas…
Ainda nos tempos de guerra, um antigo artesão, proprietário de uma loja de armarinhos, chorava desconsolado ao ver sua pequena lojinha em ruínas.
Uma velhinha, ao passar e vê-lo tão triste, comentou:
– Observe, meu caro senhor, dentre as ruínas, as lãs, as linhas e agulhas estão intactas, com ela podemos fabricar vários agasalhos e gorros para os doentes do hospital.
Ele, sem saber direito o que fazer, ajudou a velhinha na coleta dos artefatos e partiu para um pequeno galpão abandonado, e lá, auxiliado por diversas pessoas confeccionou várias peças de lã.
Terminado o trabalho, sem ainda saber o por quê de seu destino, embrulhou tudo num grande saco, entrou no hospital a distribuir os agasalhos.
Os doentes sorriam de felicidade, pois o frio era intenso e o hospital não estava capacitado para acolher tantos enfermos, muitos estavam descalços, sem mesmo ter um cobertor.
Na distribuição das roupas, o velhinho se deparou com uma menina toda enfaixada, que ao observar aquele rosto sofrido, olhou-o alegremente, derramou algumas lágrimas pelas faixas e então falou:
– Deus, quanta alegria!
O velhinho, ainda sem entender direito a reação da pequena mocinha, comentou:
– Por que estás tão contente com uma simples meia para os pés?
– Não são as meias PAPAI, é a sua presença!
Daí o pobre velho assustado, comentou :
– Papai?
Como Papai…
Minha filha estava na escola quando uma bomba explodiu, todos a julgavam morta. Até eu!!!
– Mas eu sou a sua filha, consegui sobreviver papai, e apesar destas faixas em meu rosto, nunca me senti tão feliz ao saber que o meu grande pai, mesmo numa hora de muito sofrimento, aproveitou os restos de uma ruína e me agasalhou!
E o abraço foi de eterno e doído reencontro de pai e filhas diante de tantas ruínas, decepções, desesperança, um milagre se fez acontecer.
Deus criou o homem para o amor!

Portanto, quando se sentir inútil, fracassado ou destruído, lembre-se que em meio às ruínas de sua vida, você poderá descobrir maneiras de criar alegrias, fazendo o seu próprio mundo, um mundo bem mais feliz.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

mensagem 27.11.15

O rouxinol e a rosa 
U
m Rouxinol que vivia em um jardim. Todo dia ia a uma janela pegar migalhas de pão  qual acreditava que um jovem deixava cair de propósito para ele.  Assim criou um grande afeto por aquele jovem.
O jovem um dia se apaixonou. Mas sua amada pediu uma prova de amor,  queria uma rosa vermelha. Ele  foi atrás mas não encontrou nenhuma rosa vermelha para ofertar a sua amada, era impossível consegui-las naquela estação.

O Rouxinol, escutou tudo, ficou penalizado pela desolação do jovem, teria que fazer algo para ajudar seu amigo, a conseguir a flor.  Assim, a ave procurou Deus que assim falou:
- Na verdade, você pode conseguir uma Rosa Vermelha para teu amigo,  mas o sacrifício é grande, e pode custar-lhe a vida!

- Não importa respondeu a ave. O que devo fazer?
- Bem, você terá que se emaranhar em uma roseira, e ali cantar a noite  toda, sem parar, o esforço é muito grande, seu peito pode  não agüentar.

- Assim farei, respondeu a ave, é para a felicidade de um amigo!
Quando escureceu, o Rouxinol, se emaranhou em meio a uma  roseira, que ficava frente a janela do jovem. Ali, se pôs a cantar,  seu canto mais alegre, precisava caprichar na formação da flor. Um grande espinho, começou a entrar no peito do Rouxinol, quanto mais  ele cantava, mais o espinho entrava em seu peito.

O rouxinol não parou, continuou seu canto, pela felicidade de um amigo, um canto que simbolizava gratidão, amizade. Do peito da pobre ave, começou a escorrer sangue, que foi se acumulando sobre o galho da roseira, mas ela não se deteve nem se entristeceu.

Pela manhã, ao abrir a janela, o jovem se deteve diante da mais linda Rosa vermelha, formada pelo sangue da ave, e nem  questionou o milagre, apenas colheu a Rosa.

Ao olhar o corpo inerte da pobre ave, o jovem disse:
- Que ave estúpida! Tendo tantas árvores para cantar, foi  se enfiar justamente em meio a roseira que tem espinhos...


Cada um, dá o que tem no coração, as vezes cantamos
até morrer. Para um dia alguém descobrir... que esse canto,
era simplesmente para lhe fazer feliz!!

Bom  dia

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

mensagem 25.11.15

A Lamparina
Uma beata de etnia albanesa, nascida no Império Otomano, na capital da atual República da Macedônia e naturalizada indiana, beatificada pela Igreja Católica em 2003. Considerada, por alguns, a missionária do século XX, fundou a congregação "Missionárias da Caridade", tornando-se conhecida ainda em vida pelo cognome de "Santa das sarjetas". Essa historia faz parte da vida dela, assim ela contou:
Algumas de minhas irmãs trabalham na Austrália.
Numa reserva, entre os aborígines, havia um homem bastante velho. Posso assegurar-lhes que vocês nunca viram uma situação de pobreza tão alarmante como a desse pobre ancião. Todos o ignoravam. Seu lar era desarrumado e sujo.
- Por favor, disse-lhe eu certa vez, deixe-me limpar sua casa, lavar suas roupas e fazer sua cama.
- Estou bem assim, respondeu ele, não se preocupe.
- Pois ficará ainda melhor, insisti, se permitir que eu faça isso.
Ele concordou finalmente. Pude, portanto, limpar sua casa e lavar as suas roupas.
Encontrei no meio da bagunça uma lamparina inteiramente coberta de poeira. Só Deus sabe o tempo transcorrido desde que o homem a acendera pela última vez.
- O senhor não acende a sua lamparina? - perguntei-lhe. Não costuma usá-la?
- Não, respondeu ele, não recebo a visita de ninguém. Não preciso de luz. Para quem deveria acendê-la?
- O senhor a acenderia todas as noites se as irmãs passassem a visitá-lo?
- Naturalmente! respondeu ele.
Desse dia em diante, as irmãs combinaram entre si, visitar o pobre ancião todas as noites.
Dois anos se passaram.
Eu tinha esquecido completamente esse homem, quando ele enviou esta mensagem:
"Contem à minha amiga, que a luz que ela acendeu em minha vida continua acesa". A carta foi endereçada à Madre Tereza de Calcutá.


quarta-feira, 18 de novembro de 2015

mensagem 18.11.15

Havia um homem que vivia sempre sereno e atraía a atenção de todos que paravam para conversar com ele. As pessoas sempre ficavam curiosas para saber qual era o motivo de sua constante alegria e bondade. Um dia, um homem o procurou e lhe falou:
-Você sempre está alegre. Será que nunca fica preocupado com alguma coisa? Não se preocupa com o seu futuro? Será que nunca pensa nos pecados dos quais Deus vai lhe pedir conta? Afinal, nesta vida, todos somos pecadores!

O bondoso homem respondeu:
-O senhor tem toda a razão em dizer que a gente deve prestar contas do mal que faz. Eu, por mim, penso e ajo assim: imagino que estamos presos a Deus com uma corda.
-Como assim? – perguntou o senhor
-Quando a gente peca, a corda se rompe. Mas quando a gente se arrepende e pede perdão, o que Deus faz? Ele pega as duas pontas da corda e faz um nó para reatá-la. Desse jeito a corda fica mais curta e a gente fica mais perto de Deus. Os anos passam e a gente, apesar do esforço, continua falhando, mais Deus vai fazendo mais nós na corda e a gente acaba chegando cada vez mais perto d’Ele, a partir do nosso arrependimento. E cada vez nos tornamos melhores e mais santos, embora sempre pecadores... Então, por que devo me preocupar ou me entristecer?

O senhor ficou muito admirado com a sabedoria do homem e entendeu a situação daqueles que, embora pecadores, conhecem e amam e experimentam Deus.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

mensagem 16.11.15

Agradecimento
Observe as palavras 
Um homem sempre resmungava e reclamava da comida que sua esposa estava colocando à mesa. Nunca estava a seu gosto, os problemas do trabalho o deixavam tenso e quando era servida a refeição, ele pedia aos que estavam à mesa silêncio e orava em agradecimento.
Um dia, depois de sua rotineira reclamação combinada com a oração, sua pequena filha perguntou,
- Papai, Deus nos ouve quando oramos?
- Que pergunta! É claro! Ele respondeu.
- Deus nos ouve toda vez que oramos.
- E ouve tudo o que nós dizemos o resto do tempo?
- Sim, cada palavra. Ele respondeu animado já que tinha inspirado sua filha a ser curiosa sobre questões espirituais.
Ela pensou por uns instantes olhou nos olhos do pai e inocentemente, interroga:
- Então, quais as palavras em que Deus acredita? Quando oramos ou quando reclamamos da vida?....o pai ficou paralisado com aquela pergunta e a partir daquele dia sua oração na verdade teve um novo sentido, uma nova vida, uma atitude real de carinho e amor para com o Pai do céu.

E você, tem reclamado muito da vida? OU AGRADECIDO PELA VIDA?

Eu agradeço a Deus ...Pelos contas que eu pago, porque isso significa que tenho um emprego ...Pela confusão que eu tenho que limpar após uma festa, porque isso significa que estive rodeado de amigos ...Pelas roupas que estão um pouco apertadas, porque isso significa que tenho alimentos para comer ...Pela minha sombra que me segue, porque isso significa que ando ao sol ...Pelas paredes de casa, que precisam ser pintadas, pela lâmpada que precisa ser trocada, porque isso significa que tenho minha moradia ...Por todas as críticas que faço às coisas que não me satisfazem, porque isso significa que tenho liberdade de expressão ...Pelo único lugar para estacionar que encontro, bem ao fundo do estacionamento, porque isso significa que, além de ter a felicidade de poder andar, tenho a sorte de ter um meio de transporte ... Pelo cansaço e os músculos doloridos que eu sinto ao final do dia, porque isso significa que tenho saúde para trabalhar ...Pelo despertador que toca às primeiras horas da manhã, porque isso quer dizer que estou VIVO !E, finalmente ... Pelo bom dia que recebo diariamente, o que significa que tenho amigos que pensam em mim.Por mais difícil que esteja sua situação, tente sorrir.Você verá que será mais fácil passar por mais essa prova ...

mensagem 17.11.15

A prece e as crianças

Um pastor protestante, depois de constituir família, não tinha mais tranqüilidade para orar. Certa noite, ao ajoelhar-se, foi perturbado pela brincadeira das crianças na sala. "Manda os meninos ficarem quietos!" gritou.

Assustada, a mulher obedeceu. Desde então, sempre que o pastor chegava em casa, todos ficavam em silêncio no momento da reza. Mas sentia que Deus não o escutava mais. Uma noite, no meio da prece, perguntou ao Senhor: "o que esta' havendo? Tenho a paz necessária, e não consigo orar!"

E um anjo respondeu: "Ele escuta palavras, mas não escuta mais os risos. Ele nota a devoção, mas não vê mais a alegria". O pastor levantou-se, e de novo gritou para a mulher:

" Manda as crianças brincarem! Elas fazem parte da reza!"
E suas palavras tornaram a ser ouvidas por Deus.

Bom dia!

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

mensagem 13.11.15

Caminho da Paz

Dizem que um homem de fé se aproximou de Jesus e indagou, após externar-se em manifestações de júbilo e reverência:

- Senhor, onde é o caminho da paz? O que fazer com meu filho que me arrasa a tranqüilidade, se perdendo em rebeldia?
- Abençoa-o sempre - respondeu o Divino Mestre - procurando socorrê-lo com mais amor.

- E como agir, à frente de meu tio, aquele que me roubou a herança dos meus avós?

- Busca perdoá-lo, usando compaixão e esquecimento.
- E meu antigo sócio? Como proceder com esse homem que tanto me prejudicou e mentiu sobre mim?
- Desculpa-o, orando em favor dele.

- Tenho quatro empregados ignorantes...
De que maneira a ter harmonia em lidar com eles que sempre me trazem dor de cabeça e problemas todos os dias?

- Saberás instruí-los. Tenha calma e paciência para lidera-los.
- Minha vida está repleta de perseguidores Mestre... o que fazer com essa gente cruel?

- Esquecerás qualquer agravo e auxiliarás em benefício de cada um, tanto quanto puderes. 

Neste momento o devoto baixou a cabeça, sentindo-se na presença da verdade, e considerou timidamente:

- Senhor, estou satisfeito.

Conta-se que Jesus fez um carinho em sua cabeça dolorida e o abraçou como um irmão mais velho e ao se despedir falou:
- Então, vai, serve sempre e não perguntes mais.

Bom dia!

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

mensagem 12.11.15

Você esta indo para onde?
 Uma vez um professor de canto respondeu a uma aluna, que lhe tinha perguntado como transformar-se numa estrela: "Levante-se e cante. Se você não fizer no mínimo isso, ninguém no mundo vai saber que você tem nem mesmo uma canção".
 Assim começamos nossas vidas, e também nossas vidas profissionais: levantamo-nos e cantamos, cheios de motivação, energia e uma atitude positiva contagiante. Com o passar do tempo (e os tombos, cicatrizes, erros e acertos), existe uma tendência à acomodação.
 O fato é que quando pego alguém reclamando da vida, ou ouço alguém reclamando de quanto ganha, não consigo deixar de pensar: "O que as pessoas terão para lembrar de você quando você morrer?" Ou seja, que diferença você faz hoje na vida das pessoas? Se alguém fosse imitar você, como seria?
 Se você acredita na Lei do Bumerangue, "tudo o que você atira na vida, volta", você com certeza entende que temos basicamente duas liberdades: a de fazer o que queremos fazer, e a de fazer o que deve ser feito. Muitas vezes, essa é a simples diferença entre não falhar (e levar uma vidinha medíocre) e arriscar-se a ter sucesso.
 Então, ser um profissional novato, cheio de energia, não é uma questão de idade ou experiência - é uma questão de atitude. Não interessa de onde você veio, mas sim para onde decidiu ir.


E você? Ao acordar todos os dias pela manhã, você se levanta para cantar a sua própria canção, do seu jeito, ou para dançar conforme a música dos outros?

Bom dia!

terça-feira, 10 de novembro de 2015

mensagem 10.11.15

A lição do fogo                   
Membro de determinado grupo, ao qual prestava serviços regularmente, deixou de participar de suas atividades, sem nenhum aviso.  Após algumas semanas, o líder do grupo decidiu visitá-lo. Era uma noite muito fria.   O líder encontrou o homem em casa sozinho, sentado diante da lareira, onde ardia um fogo brilhante e acolhedor.

Adivinhando a razão da visita, o homem deu as boas-vindas ao líder, conduziu-o a uma grande cadeira perto da lareira e ficou quieto, esperando.

O líder acomodou-se confortavelmente no local indicado, mas não disse nada. - No silêncio que se formara, apenas contemplava a dança das chamas em torno das achas de lenha, que ardiam.
Ao cabo de alguns minutos, o líder examinou as brasas que se formavam e cuidadosamente selecionou uma delas,, a mais incandescente de todas, e empurrou-a para o lado.

Voltou então a sentar-se, permanecendo silencioso e imóvel.
O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e quieto.
Aos poucos a chama da brasa solitária diminuiu, até que houve um brilho momentâneo e seu fogo apagou-se de vez.
Em pouco tempo o que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um negro, frio e morto pedaço de carvão recoberto de uma espessa camada de fuligem acinzentada.

Nenhuma palavra havia sido dita desde o protocolar cumprimento inicial entre os dois. O líder, antes de se preparar para sair, manipulou novamente o carvão frio e inútil, colocando-o de volta no meio do fogo. Quase que imediatamente ele tornou a incandescer, alimentado pela luz e calor das brasas ardentes em torno dele.

Quando o líder alcançou a porta para partir, o anfitrião disse:
- Obrigado por sua visita e pelo belíssimo ensinamento.

Estarei voltando às minhas atividades amanhã. Deus o abençoe!

mensagem 09/11/15

Jarros                  
Diante dos atentos discípulos, o mestre colocou dois jarros idênticos sobre a mesa e disse,
- Deus não olha como os homens olham para as coisas. O homem olha para a aparência externa, mas os olhares de Deus vão ao coração.

Fez uma ligeira pausa e continuou,
- Estes jarros vieram da mesma fábrica, foram feitos com os mesmos materiais e podem conter a mesma quantidade. Mas são diferentes. Explicou.

Então ele virou um dos jarros e dele escorreu mel. Virou o outro jarro e deste escorreu vinagre.
- Quando um jarro é virado, seu conteúdo se torna exposto ao escorrer para fora.

Até que os jarros fossem virados, pareciam iguais. A diferença era o que tinham por dentro e que não podia ser visto. Quando foram virados, seus conteúdos foram revelados. Disse ele.

E após muito breve pausa, concluiu,
- Enquanto nós não somos virados, tempo uma boa face. Mas quando somos virados, revelamos nossos íntimos pensamentos e atitudes.

Se alguém o virasse hoje, O que escorreria para fora? Você revelaria o "mel" da generosidade e paciência, ou o "vinagre" da raiva e sarcasmo?

Bom dia!

sábado, 7 de novembro de 2015

mensagem 07.11.15

Dois irmãos decidiram cavar um buraco bem profundo atrás de sua casa. Um tinha 9 e o outro seis anos.
Enquanto estavam trabalhando, dois outros meninos pararam por perto para observar.

O que vocês estão fazendo? - perguntou um dos meninos.

Nós estamos cavando um buraco para sair do outro lado da terra! - um dos irmãos respondeu entusiasmado, o de seis anos.

Os outros meninos começaram a rir, dizendo aos irmãos que cavar um buraco que atravessasse toda a terra era impossível.

Após um longo silêncio, um dos escavadores, o de 9 anos,  pegou um frasco completamente cheio de pequenos insetos e pedras valiosas. Ele removeu a tampa e mostrou o maravilhoso conteúdo aos visitantes gozadores. Então ele disse confiante,

Mesmo que nós não cavemos por completo a terra, olha o que nós encontramos ao longo do caminho!

Seu objetivo era por demais ambicioso, mas fez com que escavassem. E é para isso que servem os objetivos: fazer com que nos movamos em direção de nossas escolhas, ou seja, começarmos a escavar!

Mas nem todo objetivo será alcançado inteiramente. Nem todo trabalho terminará com sucesso. Nem todo relacionamento resistirá. Nem todo amor durará. Nem todo esforço será completo. Nem todo sonho será realizado.

Mas quando você não atingir o seu alvo, talvez você possa dizer : Sim, mas vejam o que eu encontrei ao longo do caminho! Vejam as coisas maravilhosas que surgiram em minha vida porque eu tentei fazer algo!

É no trabalho de escavar, que a vida é vivida. E, afinal, é a alegria da viagem que realmente importa nessa caminhada. Vou lhe convidar agora para escavarmos o mundo, você iria zombar do convite ou daria o primeiro passo? Você é quem decidirá.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

mensagem 05.11.15

O discípulo e o balaio
Um discípulo chegou para seu mestre e perguntou:
- Mestre, por que devemos ler e decorar tantas orações se não conseguimos memorizá-las completamente e com o tempo as esquecemos?
O mestre não respondeu imediatamente. Ele ficou olhando para o horizonte e depois ele ordenou ao discípulo:
- Pegue aquele balaio de junco, desça até o riacho, o encha de água e o traga até aqui.
O discípulo olhou para o balaio, que estava bem sujo, e achou muito estranha a ordem do mestre, mas mesmo assim, obedeceu. Pegou o balaio sujo, desceu os 100 degraus da escadaria até o riacho, encheu o cesto de água e começou a subir de volta.
Como o balaio era todo cheio de furos, a água foi escorrendo e quando o discípulo chegou até o mestre, já não restava mais água nenhuma.
O mestre, então, perguntou:
- Então, meu filho, o que você aprendeu?
O discípulo olhou para o cesto vazio e disse:
- Aprendi que um balaio de junco não segura a água.
O mestre ordenou-lhe que repetisse o processo.
Quando o discípulo voltou com o balaio vazio novamente, o mestre perguntou:
- Então, meu filho, e agora, o que você aprendeu?
O discípulo novamente respondeu com sarcasmo:
- Balaio furado não segura água.
O mestre, então, continuou ordenando que o discípulo repetisse a tarefa.
Depois da décima vez, o discípulo estava todo molhado e exausto de tanto descer e subir as escadas. Porém, quando o mestre perguntou de novo:
- Então, meu filho, o que você aprendeu?
O discípulo, olhando para dentro do balaio, percebeu admirado:
- O balaio está limpo! Apesar de não segurar a água, ela acabou por lavá-lo!
O mestre, por fim, concluiu:

- Então, meu filho, não importa que você não consiga decorar todas as orações. O que importa, na verdade, é que elas purificam sua mente e sua alma.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

mensagem 30.10.15

DESAPEGO
Dois monges Zens estavam viajando  juntos numa ocasião quando
chegaram a um rio  que transbordara por causa de um aguaceiro recente.
À margem, estava uma linda jovem, vestida em roupas finas. 
Ela queria, obviamente, atravessar o rio, mas estava aflita com a perspectiva de estragar a elegância.
Sem hesitação, um dos monges ofereceu-se para carregar a jovem nas costas, através do rio e a colocou em  terra seca.
Em seguida, os dois monges seguiram caminho, mas o outro monge começou a se queixar: 
- Não é certo tocar numa mulher, principalmente numa tão jovem e adorável. Experimentar contato íntimo é contra nossos preceitos.
Como pode violar as regras dos monges?
O monge que carregara a mulher caminhou em silêncio, por alguns minutos, antes de dar uma resposta. Finalmente falou:  
- Eu a deixei perto do rio, mas você ainda a está carregando em seus pensamentos maldosos.
Amigos, nossos julgamentos poluem nossa alma e nossas atitudes distorcem tudo e todos que nos cercam.

Primeiro porque você também tem atitudes que podem ser mal interpretadas pelos outros e até erra e espera que os outros te desculpem. Depois porque o perdão é uma característica do amor, bênção, faz um bem enorme e traz sempre uma boa lição.

Você deve ser tolerante porque nem sempre o que você julga como erro, é um erro. As vezes você interpreta errado, assimila errado! Tem mais: quem cultiva a tolerância sabe que a crítica é uma droga e pode destruir uma amizade, uma relação, uma pessoa. Antes de criticar, conte até 10!

Seja você um exemplo vivo e desculpe os erros das pessoas. Não há pessoas inteiramente más: há sim, na verdade, pessoas enfermas, ignorantes e que nunca foram amadas. Ah, como tem gente que nunca foi amado! Faça você a diferença na vida dessas pessoas.

Tudo o que você fizer de bom voltará para você! E em dobro!

Lembre-se que amar é um privilégio de quem decide amar! Que nem todos escolhem por desconhecerem seus benefícios. E você, por estar mais atento às suas limitações e querendo crescer, sabe que é preciso amar sempre, a tudo e a todos! Escolha ser feliz todos os dias.

Está mais do que na hora de exercer todos os seus dons, seus talentos e suas capacidades de amar, de perdoar, de servir e de ser tolerante com os mais fracos, viu?
Torne a sua vida e a vida das pessoas que caminham ao seu lado muito melhor, mais digna, mas gostosa de ser vivida! E vê se desapega do mal pensamento e julgamentos que só prejudicam sua vida e dos que você ama ou quer amar.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

mensagem 28.10.15

A grandeza de servir
Servir tem sido um verbo difícil de ser conjugado. Todos apreciam ser servidos.
já reárou como as crianças apreciam que todos estejam a seu serviço. Gostam de pedir as coisas e que essas lhes sejam dadas de forma rápida.
O Mestre Jesus, contudo, lecionou diferente. Quem quiser ser o maior, seja este o servo de todos.
Na última ceia que fez com os discípulos, lavou os pés de todos, todos ficaram surpresos com a atitude do próprio filho de Deus.

Aquela era uma noite de despedidas e Jesus lhes deixou as mais belas lições de serviço ao próximo. Como se já não bastasse, ter exemplificado durante seus quase três anos de vida pública.
Nas estradas da Galiléia, em casa de Pedro, na Sinagoga, no Templo, ele serviu a Seus irmãos.

Se observarmos bem, perceberemos que toda a natureza serve ao homem. Serve a chuva, serve o vento, serve a nuvem.
A semente na terra, rebenta, brota e se transforma em árvore frondosa, servindo ao homem, dando-lhe sombra, abrigo, flores e frutos.
Os animais se esmeram por servir. Dão ao homem alimento, produzindo leite, ovos, carne e com suas peles e lãs aquecem todos no inverno.
Aprendamos com a natureza. Aprendamos com Jesus.
Onde houver uma árvore para plantar, sejamos voluntários.

Onde houver um erro a ser corrigido, coloquemo-nos à disposição para corrigir. Onde houver uma tarefa que ninguém deseje, aceitemos e a desempenhemos com alegria.
Se houver uma pedra no caminho, não esperemos por outros. Se apresse em retira-la de lá, nós mesmos podemos fazer isso.
Mas também nos disponhamos a retirar as pedras das dificuldades e o ódio dos corações. Tenhamos em mente que não devemos fazer somente as coisas fáceis. É maravilhoso poder executar o que os outros se recusam a fazer. Existem pequenas tarefas que são bons serviços:
enfeitar uma mesa para a refeição;
arrumar livros sobre a estante;
colher flores e dispô-las no vaso;
pentear uma criança;
acomodar um idoso em seu leito.
O mundo é verdadeiramente belo porque há muito por fazer. Imaginemos como ele seria triste se tudo estivesse feito.
Se não houvesse uma roseira para plantar;
uma iniciativa para tomar;
uma cerca para pintar;
uma casa para embelezar;
uma criança para educar;
um idoso para acarinhar;
um amor para amar.
Servir é um verbo que se conjuga na comunidade. O primeiro tempo se inicia na família, entre as quatro paredes do lar. É o tempo presente. Desde cedo, a criança aprende a servir, executando pequenas tarefas, sentindo-se responsável e útil.

O aprendizado prossegue com os vizinhos, os colegas, os amigos. É a conjugação do futuro.
Um animal a alimentar, um jardim para regar, uma árvore para podar.  Servindo sempre, estaremos dando o exemplo àqueles que nos são próximos. Servir é ser instrumento de paz no mundo. É ser amigo para o mundo.

PALAVRAS DE JESUS

LUGAR COM IMAGEM, CHEIRO E SENTIMENTO DE PAZ
Esse lugar existe e não está longe dos olhos, do toque e da alma, aliás é dela que vem o cheiro. O sentimento vem da decisão e a paz se resume em uma frase "eu posso", assim saberás que tudo emana de dentro de você e invade as outras almas como perfume maravilhoso chamado amor. Você constrói o seu destino e Jesus orienta no caminho.

KACO BARROS

SHOW DOS BAIRROS E UM CANTO PARA DEUS, CLIQUE NA IMAGEM

SHOW DOS BAIRROS E UM CANTO PARA DEUS, CLIQUE NA IMAGEM
08H ÀS 12H - SHOW DOS BAIRROS E 08H ÀS 10H DOMINGO - UM CANTO PARA DEUS

APENAS REFLITA SUA VIDA

TENHO ALGO A LHE DIZER

CLICK NA MINHA FOTO AQUI E OUÇA AO VIVO O PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS

CLICK NA MINHA FOTO AQUI E OUÇA AO VIVO O PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS
ESTOU AO VIVO DE 08:00h às 12:00h

DIGITE AQUI UMA PALAVRA QUE VOCÊ PROCURA NO BLOG

FAÇA AQUI SUA PESQUISA ESTUDANTE

FAÇA AQUI SUA PESQUISA ESTUDANTE
banco de dados na Internet com informações científicas, artísticas, históricas, tecnológicas, esportivas, educacionais e culturais.

MENSAGENS DO PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS COM KACO BARROS

Postagens populares

TUDO SOBRE COMO FALAR EM PÚBLICO

TUDO SOBRE COMO FALAR EM PÚBLICO
VIDEOS E AULAS GRÁTIS. CLICK AQUI!

VEJA E CANTE

VEJA E CANTE
Pe. Zezinho é meu irmao em cristo

ORAÇÃO DAS 6 HORAS

ORAÇÃO MARAVILHOSA!!!
"Querido Deus, agradeço-te por este dia.
Agradeço-te por poder ver e ouvir esta manhã.
Sou abençoado porque és um Deus compreensivo e de perdão. Tens feito tanto por mim, abençoando-me a cada dia.
Perdoa-me por tudo que tenho feito, dito ou pensado que não seja
agradável a Ti. Mantém-me seguro, afastado de todo o perigo.
Ajuda-me a começar este dia com uma nova atitude e muita gratidão.
Deixa-me fazer o melhor a cada dia para clarear minha mente e assim poder ouvir-Te.
Expande a minha mente para que possa aceitar todos os Teus desígnios.
Não permitas que me lamente das coisas sobre a quais não tenho
controle.
Permite-me continuar vendo o pecado através dos teus olhos
Senhor, e que possa reconhecer o mal. E quando cometer pecado
permite-me arrepender-me e confessar com minha boca meu mau procedimento, e assim receber Teu perdão.
Quando este mundo se fechar dentro de mim, deixa-me recordar o
exemplo de Jesus, ir para longe e encontrar um lugar afastado para orar.
Esta é a melhor resposta quando me empurram além dos meus limites.
Sei que quando não posso orar, Tu escutas meu coração.
Continua utilizando-me para fazer a Tua vontade.
Continua abençoando-me para que possa abençoar outras pessoas.
Mantém-me forte para que possa ajudar aos fracos.
Mantém meu ânimo elevado para que possa ter palavras de consolo para o outro.
Peço pelos que se perdem e não podem encontrar seu caminho.
Peço pelos que sofrem mau juízo e não são entendidos.
Peço pelos que não Te conhecem intimamente.
Peço pelos que não crêem.
Mas Te agradeço porque eu CREIO. Creio que Tu mudas as pessoas e as coisas. Peço por todos os meus amigos, cada membro de suas família e por seus lares.
Peço pela paz, o amor e a alegria dentro das famílias. Que estejam
sem dívidas e todas as suas necessidades sejam resolvidas.
Rogo para que cada um saiba que não há problema,batalha, circunstância ou situação maior que o SENHOR!
Peço para que estas palavras sejam recebidas nos corações, para que cada olho que as veja ou cada boca que as proclame, confesse-as disposto: Esta é a minha oração. Em nome de Jesus. Amém!"

CAMINHE NA DIREÇÃO DO SUCESSO

Você Estebelece Metas?

A qualidade mais importante que você pode desenvolver para obter sucesso ao longo da vida é o hábito de tomar medidas concretas a respeito de seus planos, metas, ideias e intuições. Quanto mais tentar, mais cedo alcançará a vitória. Seguem abaixo, 21 passos necessários para estabelecer e alcançar metas e viver uma vida maravilhosa.

1.Libere seu potencial — Lembre-se sempre de que seu potencial é ilimitado. Tudo que você realizou na vida até agora foi apenas uma preparação para as coisas incríveis que poderá realizar no futuro.

2.Assuma o controle da sua vida — Você é totalmente responsável por tudo que é atualmente, por tudo que pensa, diz e faz, e por tudo aquilo se tornará a partir de agora. Recuse-se a encontrar desculpas ou a culpar os outros. Em vez disso, avance diariamente em direção a suas metas.

3.Crie seu próprio futuro — Suponha que não existem limites para o que você pode fazer, ser ou ter nos meses e anos vindouros. Pense a respeito e planeje seu futuro como se dispusesse de todos os recursos de que precisa para criar a vida que deseja.

4.Defina seus valores — Seus valores e convicções mais profundos o definem como pessoa. Dê-se ao trabalho de examinar detalhadamente aquilo que importa e tudo em que acredita em cada área de sua vida. Recuse-se a se desviar do que considera certo.

5.Defina suas verdadeiras metas — Decida o que realmente quer realizar em cada área de sua vida. A clareza é essencial para a felicidade e uma vida de alto desempenho.

6.Defina com clareza seu principal objetivo — Você precisa de um objetivo central para construir sua vida ao redor dele. Deve existir uma meta específica que o ajudará a alcançar suas outras metas. Decida qual é e trabalhe nela o tempo todo.

7.Analise suas crenças — Suas crenças a respeito de suas próprias capacidades e do mundo que o cerca terão mais impacto em seus sentimentos e em seus atos do que qualquer outro fator. Certifique-se de que suas crenças são positivas e estão de acordo com o objetivo de alcançar tudo que é possível para você.

8.Comece pelo início — Faça uma análise criteriosa de seu ponto de partida antes de começar a perseguir a consecução de sua meta. Determine qual é exatamente a sua situação no momento presente e seja honesto e, ao mesmo tempo, realista quanto ao que deseja realizar no futuro.

9.Avalie seu progresso — Estabeleça padrões, medidas e pontuações para si mesmo a caminho de sua meta. Essas medidas o ajudam a definir se está indo bem e permitem que faça os ajustes e correções necessários à medida que avança.

10. Remova os obstáculos — O sucesso resume-se à capacidade de resolver problemas e remover obstáculos a caminho de sua meta. Felizmente, a solução de problemas é uma aptidão que você pode dominar com a prática, alcançando suas metas mais rapidamente do que jamais julgou possível.

11. Torne-se um expert em seu campo de atuação—Você tem, em si, neste exato momento, a capacidade de ser um dos melhores naquilo que faz, de se juntar aos 10% que se encontram no topo de seu ramo de atuação. Estabeleça isto como uma meta, trabalhe nela diariamente e não pare de trabalhar até chegar lá.

12. Associe-se às pessoas certas — A escolha das pessoas com as quais você vive, trabalha e se socializa tem mais efeito em seu sucesso do que qualquer outro fator. Decida hoje mesmo associar-se apenas a pessoas de que você gosta, que respeita e admira. Voe com as águias, se quiser ser uma águia também.

13. Trace um plano de ação — Uma pessoa comum dotada de um plano bem elaborado supera de longe um gênio que não tenha um plano. Sua capacidade de planejar e organizar antecipadamente as coisas permitirá que você alcance até mesmo as metas mais complexas e ambiciosas.

14. Administre bem seu tempo — Aprenda como duplicar e triplicar sua produtividade, seu desempenho e sua produção praticando princípios práticos e comprovados de gerenciamento do tempo. Sempre estabeleça prioridades antes de começar e concentre-se no emprego mais valioso do seu tempo.

15. Reveja diariamente suas metas — Separe algum tempo por dia, por semana e por mês para examinar e reavaliar suas metas e seus objetivos. Certifique-se de que ainda está no caminho certo e de que continua trabalhando pelo que é mais importante para você. Esteja preparado para alterar suas metas e seus planos com novas informações.

16. Visualize constantemente suas metas — Dirija os filmes da sua mente. Sua imaginação é um trailer das próximas atrações de sua vida. Esteja constantemente “vendo” suas metas como se elas já tivessem se concretizado. Suas imagens mentais claras e estimulantes ativam todos os seus poderes mentais e atraem suas metas para a sua vida.

17. Ative seu superconsciente — Você tem, em seu interior e ao seu redor, um poder inacreditável que lhe proporcionará tudo que quer ou de que precisa. Dedique-se regularmente a explorar esta impressionante fonte de idéias e intuições para a consecução de metas.

18. Mantenha-se flexível em todas as circunstâncias — Tenha clareza sobre sua meta, mas seja flexível no processo para alcançá-la. Esteja constantemente aberto a maneiras novas, melhores, mais rápidas e mais baratas de alcançar o mesmo resultado, e se alguma coisa não estiver funcionando, esteja disposto a tentar uma abordagem diferente.

19. Libere sua criatividade inata — Você dispõe de mais capacidade criativa para resolver problemas e descobrir novas e melhores maneiras de alcançar metas do que jamais usou. Você é potencialmente um gênio. Pode explorar sua inteligência para superar qualquer obstáculo e alcançar qualquer meta que venha a estabelecer.

20. Realize algo todos os dias — Use o “Princípio do Impulso para o Sucesso”, e comece a agir em direção à sua meta, fazendo diariamente alguma coisa que o aproxime daquilo que quer realizar. A orientação para a ação é essencial para seu sucesso.

21. Persista até conseguir — Em última análise, sua capacidade de persistir mais do que qualquer outra pessoa é a qualidade que lhe garantirá grande sucesso na vida. A persistência é a autodisciplina em ação, e constitui a verdadeira medida de sua crença em si mesmo. Tome antecipadamente a decisão de que nunca, nunca desistirá!

Aí estão os 21 mais importantes princípios descobertos até hoje para o estabelecimento e a consecução de metas. Ao examinar e praticar regularmente tais princípios, você poderá ter uma vida extraordinária. Agora, nada pode detê-lo(a).