LUGAR COM IMAGEM, CHEIRO E SENTIMENTO DE PAZ
Esse lugar existe e não está longe dos olhos, do toque e da alma, aliás é dela que vem o cheiro. O sentimento vem da decisão e a paz se resume em uma frase "eu posso", assim saberás que tudo emana de dentro de você e invade as outras almas como perfume maravilhoso chamado amor. Você constrói o seu destino e Jesus orienta no caminho.

KACO BARROS

SHOW DOS BAIRROS E UM CANTO PARA DEUS, CLIQUE NA IMAGEM

SHOW DOS BAIRROS E UM CANTO PARA DEUS, CLIQUE NA IMAGEM
08H ÀS 12H - SHOW DOS BAIRROS E 08H ÀS 10H DOMINGO - UM CANTO PARA DEUS

APENAS REFLITA SUA VIDA

TENHO ALGO A LHE DIZER

CLICK NA MINHA FOTO AQUI E OUÇA AO VIVO O PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS

CLICK NA MINHA FOTO AQUI E OUÇA AO VIVO O PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS
ESTOU AO VIVO DE 08:00h às 12:00h

DIGITE AQUI UMA PALAVRA QUE VOCÊ PROCURA NO BLOG

segunda-feira, 27 de junho de 2016

mensagem 27.06.16

Socorro do céu
Se lembre de que Deus sempre ouve seus pedidos de socorro, sempre presta atenção nas suas orações. Portanto, de vez em quando, pare de falar, respire e ouça a resposta do Pai. Deus não grita, Ele fala no seu coração, então esteja sempre disponível para ouvir. Escute essa história:
Montado em seu cavalo, o fazendeiro dirigia-se à cidade como fazia frequentemente, a fim de cuidar de seus negócios.
Nunca prestara atenção àquela casa humilde, quase escondida num desvio, à margem da estrada. Naquele dia experimentou insistente curiosidade.Quem morava ali?
Cedendo ao impulso, aproximou-se. Contornou a residência e, sem desmontar, olhou por uma janela aberta e viu uma garotinha de aproximadamente dez anos, ajoelhada, de mãos postas, olhos lacrimejantes...
- Que faz você aí, minha filha?
- Estou orando a Deus, pedindo socorro... Meu pai morreu, minha mãe está doente, meus quatro irmãos têm fome...
- Que bobagem! - disse o fazendeiro. - O Céu não ajuda ninguém! Está muito distante... Temos que nos virar sozinhos!
Embora irreverente e um tanto rude, era um homem de bom coração. Compadeceu-se, tirou do bolso boa soma em dinheiro e o entregou à menina.
- Aí está. Vá comprar comida para os irmãos e remédio para a mamãe! E esqueça a oração.
Isto feito, retornou à estrada. Antes de completar duzentos metros, decidiu verificar se sua orientação estava sendo observada.
Para sua surpresa, a pequena devota continuava de joelhos.
- Ora essa, menina! Por que não vai fazer o que recomendei? Não lhe expliquei que não adianta pedir?
E a menina, feliz, respondeu:- Já não estou mais pedindo, estou apenas agradecendo. Pedi a Deus e ele enviou o senhor!


ELEVO OS OLHOS PARA OS MONTES;DE ONDE ME VEM O SOCORRO ????? O MEU SOCORRO VEM DO SENHOR,
QUE FÊZ O CÉU E A TERRA.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

mensagem 22.06.16

A ação mais importante

Um dia, um advogado famoso foi entrevistado. Entre tantas questões, lhe perguntaram o que de mais importante fizera em sua vida. No momento, ele falou a respeito do seu trabalho com celebridades. Mais tarde, penetrando as profundezas de suas recordações, relatou: O mais importante que já fiz em minha vida ocorreu no dia 8 de outubro de 1990. Estava jogando golfe com um ex-colega e amigo que há muito não via. Conversávamos a respeito do que acontecia na vida de cada um. Ele contou-me que sua esposa acabara de ter um bebê. Estávamos ainda jogando, quando o pai do meu amigo chegou e lhe disse que o bebê tivera um problema respiratório e fora levado às pressas ao hospital.
Apressado, largando tudo, meu amigo entrou no carro de seu pai e se foi.
Fiquei ali, sem saber o que deveria fazer. Seguir meu amigo ao hospital? Mas eu não poderia auxiliar em nada a criança, que estaria muito bem cuidada por médicos e enfermeiras.
Nada havia que eu pudesse fazer para mudar a situação.
Ir até o hospital e oferecer meu apoio moral? Talvez. Contudo, tanto meu amigo como a sua esposa tinham famílias numerosas.
Sem dúvida, eles estariam rodeados de familiares e de muitos amigos a lhes oferecer apoio e conforto, acontecesse o que fosse.
A única coisa que eu iria fazer no hospital era atrapalhar. Decidi que iria para minha casa.
Quando dei a partida no carro, percebi que o meu amigo havia deixado o seu veículo aberto. E com as chaves na ignição, estacionado junto às quadras de tênis.

Decidi, então, fechar o seu carro e levar as chaves até o hospital.
Como imaginara, a sala de espera estava repleta de familiares. Entrei sem fazer ruído e fiquei parado à porta.
Não sabia se deveria entregar as chaves ou conversar com meu amigo.
Nisso, um médico chegou, se aproximou do casal e comunicou a morte do bebê. Eles se abraçaram, chorando.
O médico lhes perguntou se desejariam ficar alguns instantes com a criança. Eles ficaram de pé e se encaminharam para a porta. Ao me ver, aquela mãe me abraçou e começou a chorar.
Meu amigo se refugiou em meus braços e me disse: "Muito obrigado por estar aqui!" Durante o resto da manhã, fiquei sentado na sala de emergências do hospital, vendo meu amigo e sua esposa segurando seu bebê, e se despedindo dele. Isso foi o mais importante que já fiz na minha vida!

* * *
A vida pode mudar em um instante. Podemos fazer planos e imaginar nosso futuro. Mas ao acordarmos pela manhã, esquecemos que esse futuro pode se alterar em um piscar de olhos.
Esquecemos que podemos perder o emprego, sofrer uma doença, cruzar com um motorista embriagado e outras mil coisas. Por isso, entre as tantas coisas que nos tomam as horas todos os dias, não esqueçamos de eleger um tempo para umas férias, passar um dia festivo com a família, ajudar um amigo partilhar sua vida. E, naturalmente, guardar um tempo para cultivar amizades.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

mensagem 17.06.16

A arte de ouvir

Ela era uma senhora solitária, envolta no luto da dor, desde que o marido morrera. Vivia só, na grande casa do meio da quadra. Casa com varanda e cadeira de balanço.

Todas as manhãs, o entregador de jornais, garoto de uns 10 anos, passava pedalando sua bicicleta e, num gesto bem planejado, atirava o jornal nos degraus da varanda.

Nunca errava. Paff! Era o sinal característico do jornal caindo no segundo degrau.

Então, numa manhã de inverno, quando se preparava para lançar o jornal, ele a viu.

Parada nos degraus da varanda, de pé, acenando-lhe para que se aproximasse.

Ele desceu da bicicleta e foi andando em direção a ela. O que será que ela quer? - Pensou o garoto. Será que vai reclamar de alguma coisa?

Venha tomar um café, falou a senhora. Tenho biscoitos gostosos.

Enquanto ele saboreava o lanche que lhe aquecia as entranhas, ela começou a falar.

Falou a respeito do marido, de suas vidas, da sua saudade. Passado um quarto de hora, ele se levantou, agradeceu e saiu. No dia seguinte e no outro, a cena se repetiu.

O menino decidiu falar a seu pai a respeito. Afinal, ele achava muito estranha aquela atitude.

O pai, homem experiente, lhe disse: Filho, ouça apenas. A senhora Almeida deve estar se sentindo solitária, após a morte do marido.

Deixe-a falar. Recordar os dias de felicidade vividos deve lhe fazer bem ao coração. É importante que alguém a ouça.

Nos dias que se seguiram, nas semanas e nos meses, o garoto aprendeu a ouvir, demonstrando interesse em seus olhos verdes e espertos.

Quando a primavera chegou, ela substituiu o café quentinho pelo suco de frutas. O verão trouxe sorvete.

Ao final, o entregador de jornais já iniciava sua tarefa pensando na parada obrigatória em casa da viúva. Habituou-se a escutar e escutar. Percebeu, com o tempo, que a velha senhora foi mudando o tom das conversas.

Como a primavera, ela voltou a florir, nos meses que vieram depois.

Quando o ano findou, o menino foi estudar em outra cidade.

O tempo se encarregaria de lecionar mais esperança no coração da viúva e amadurecer ideias no cérebro jovem.

Muitos fatores contribuíram para que o garoto e a viúva não tornassem a se encontrar. Contudo, uma lição o acompanhou por toda a vida. Ele nunca se esqueceu da importância de ouvir as pessoas, suas dificuldades, seus problemas, suas queixas.

Lição que contribuiu também para o seu sucesso como na família e no mundo profissional.

* * * 


Saber ouvir é uma virtude. De um modo geral, nos cumprimentamos, perguntando uns aos outros, como está a saúde e a dos familiares.

Raramente esperamos por uma resposta que não seja a padrão: Tudo bem.

Normalmente, se o outro passa a desfiar o rosário das suas dores e a problemática da família, nos desculpamos apontando as nossas obrigações e quefazeres.

Entretanto, quando nos sentimos tristes, desejamos ardentemente que alguém nos ouça, que escute a cantilena das nossas mágoas.

Pensemos nisso. Mas pensemos agora, enquanto ainda nos encontramos a caminho com nossos irmãos, na estrada terrena.

quinta-feira, 16 de junho de 2016

mensagem 16.06.16

Um homem que amontoara sabedoria, além da riqueza, auxiliava diversas famílias a se manterem com dignidade.

Sentindo-se envelhecer, chamou o filho para instruí-lo na mesma estrada de bênçãos.

Para começar, pediu ao moço que fosse até o lar de um amigo de muitos anos, a quem destinava 300 reais mensais.

O jovem viajou alguns quilômetros e encontrou a casa indicada. Esperava encontrar um casebre em ruínas mas o que viu foi uma casa modesta, mas confortável.

Flores alegravam o jardim e perfumavam o ambiente. O amigo de seu pai o recebeu com alegria. Depois de inteligente palestra, serviu-lhe um café gostoso.

Apresentou-lhe os filhos que se envolviam num halo de saúde e contentamento.

Reparando a fartura, o portador regressou ao lar sem entregar o dinheiro.

Para quê? Aquele homem não era um pedinte. Não parecia ter problemas. E foi isso mesmo que disse ao velho pai, de retorno ao próprio lar.

O pai, contudo, depois de ouvir com calma, retirou mais dinheiro do cofre, dobrou a quantia e disse ao filho:

"Você fez muito bem em retornar sem nada entregar. Não sabia que o meu amigo estava com tantos compromissos. Volte à residência dele e em vez de trezentos, entregue-lhe seiscentos reais, em meu nome. De agora em diante, é o que lhe destinarei. A sua nova situação reclama recursos duplicados."

O rapaz relutou. Aquela pessoa não estava em posição miserável. Seu lar tinha tanto conforto quanto o deles.

"Alegro-me em saber", falou o velho pai. "Quem socorre o amigo apenas nos dias do infortúnio, pode exercer a piedade que humilha, em vez do amor que santifica.

Quem espera o dia do sofrimento para prestar favor, poderá eventualmente encontrar silêncio e morte, perdendo a oportunidade de ser útil.

Não devemos esperar que o irmão de jornada se converta em mendigo a fim de socorrê-lo.

Isso representaria crueldade e dureza de nossa parte.

Todos podem consolar a miséria e partilhar aflições. Raros aprendem a acentuar a alegria dos seres amados, multiplicando-a para eles, sem egoísmo e nem inveja no coração.

O amigo verdadeiro sabe fazer tudo isto. Volte pois e atenda ao meu conselho.

Nunca desejei improvisar necessitados em torno da nossa porta e sim criar companheiros para sempre."

Entendendo a preciosa lição, o rapaz foi e cumpriu tudo o que lhe havia determinado seu pai.

* * *

O verdadeiro amigo é aquele que sabe se alegrar com todas as conquistas.

Se ampara na hora da dor e da luta, também sabe sorrir e partilhar alegrias.

O amigo se faz presente nas datas significativas e deixa seu abraço como doação de si próprio ao outro.

Incentiva sempre. Sabe calar e falar no momento oportuno.

Pode estar muito distante, mas sua presença sempre perto.

O verdadeiro amigo é uma bênção dos céus aos seres na Terra.



Redação do Momento Espírita com base no cap. 18 do livro Alvorada cristã, pelo Espírito Néio Lúcio, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Feb.

terça-feira, 14 de junho de 2016

mensagem 14.06.16

Paciência é tudo, pois com ela podemos apreciar o canto dos pássaros, ouvir um amigo, sentir a tarde, o anoitecer e acordar todos os dias disposto a ajudar a nossa vida acontecer. Paciência e perseverança tem o efeito mágico de fazer as dificuldades desaparecerem e os obstáculos sumirem. A maior força que temos para lutar está na paciência para desenvolvermos estratégias que nos levarão ao sucesso! Ansiedade e paciência se contradizem, contudo é na adversidade que os instrumentos se afinam. Paciência para todos no dia de hoje.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

mensagem 13.06.16

Estaríamos nós de pé agora não fosse o zelo do Senhor em nossas vidas?
Medite neste momento sobre isso…
Diariamente vivemos numa agitação e stress tão grandes que não percebemos que a causa de não sermos consumidos são as misericórdias do Senhor…
E se, em um só dia, Deus não derramasse suas misericórdias sobre nós? E se, em um só dia, Deus fechasse os olhos para nós?
Ei! Se isso acontecesse por UM SÓ SEGUNDO seríamos destruídos!
Não importa se você é jovem, criança ou velho. Rico ou pobre.  Doutor ou um simples assalariado. O Senhor te diz que até a velhice Ele será o mesmo e o carregará e o Trará e o livrará!
Certo homem estava andando por um longo caminho e carregando uma carga pesada nas costas. Por aquele mesmo caminho passava um fazendeiro numa carroça puxada por um cavalo. Este fazendeiro ofereceu uma carona ao homem que rapidamente aceitou e subiu na carroça.
Após alguns minutos o fazendeiro percebeu que o homem mesmo estando na carroça ainda estava com aquela carga pesada nas costas. Foi então que o fazendeiro sugeriu que o homem tirasse aquele peso e o depositasse sobre a carroça. Neste momento o homem respondeu: Eu creio que o seu cavalo seja capaz de nos transportar, mas não vou sobrecarregá-lo com esta carga adicional.

O mesmo desconhecimento que este homem tinha com relação às leis da física, muitos de nós temos com relação à capacidade e vontade de Deus em nos perdoar.
Muitas vezes deixamos de acreditar no poder divino e na sua misericórdia. Acreditem, muitos de nós já estamos andando com Cristo. Ele nos tomou em seus braços de amor. Mesmo assim muitos hesitam em depositar a confiança, a esperança e o desejo de colocar nas mãos Dele nossa vida.
Quando Jesus perguntou três vezes à Pedro se ele  o amava, não foi desconfiança de Jesus que o motivou a perguntar mas fazer com que Pedro confirmasse com atitude seu amor por Ele.
Amigo ouvinte, se você faz suas preces, seus pedidos e quer que Deus o ajude, então não duvide do poder Divino. Quando Deus promete não trai jamais.

Mesmo que, aparentemente, as coisas não estejam dando certo em sua vida. Mesmo que o sentimento de fracasso seja grande, mesmo que a sensação de solidão seja terrível, o Senhor te trouxe aqui agora para te dizer que jamais deixará de ter carregar no colo. Jamais!
E se Deus não nos carregasse no colo?
A dor seria insuportável, o inimigo seria imbatível, a morte seria implacável!
Tome posse das palavras deste versículo. Creia queo Deus do impossível é contigo. Ele te carrega no colo e jamais te abandonará.
Mesmo que o inimigo pareça imbatível. Só parece…
O Senhor dos Exércitos é contigo e, no momento certo, lhe dará a vitória completa.

Creia nisso, tome posse dessas palavras pra sua vida e seja feliz!

terça-feira, 7 de junho de 2016

mensagem 07.06.16

Hábito de explodir
Certa feita, revista nacional divulgou que estudos revelaram que, ao contrário da crença geral a respeito da esfuziante alegria dos brasileiros, 4,5% da população do país sofre com mau humor constante. 
Pessoas mal humoradas, rabugentas, que vivem "emburradas" como se diz no interior, são pessoas carentes, emocionalmente inseguras, pobres de espírito. Pessoas com as quais ao se conversar ou tratar temos que saber antes como está o seu humor, são pessoas fadadas ao fracasso no relacionamento interpessoal e portanto distantes do sucesso que tanto almejam.

Nada, absolutamente nada, justifica o mau humor no trabalho, na família, nas relações sociais. Ele só serve para afastar as pessoas. Chefes mal humorados distanciam-se de seus subordinados que com eles não querem falar, não querem comentar nada, evitam falar das coisas sérias do trabalho. Subordinados mal humorados são horríveis. Os chefes acabam evitando essas pessoas e a cada dia que passa elas ficam mais distantes de uma promoção, criando um círculo vicioso - mau humor = fracasso = mau humor pelo fracasso.
As pessoas que têm uma tendência para o mau humor devem fazer um esforço adicional para vencê-lo. Pessoas mal humoradas tratam mal outras pessoas e isso deve ser evitado a qualquer custo. Pessoas mal humoradas são, via de regra, igualmente "reclamonas", sentem-se injustiçadas e tem um sentimento de auto-piedade que não pode ter lugar nos dias de hoje em que precisamos ter relações sociais positivas, proativas.

Há pessoas que pensam que ser mal humorado seja sinônimo de "seriedade". Nada mais falso. Lembre-se que o bom humor é um dos mais visíveis sinônimos de inteligência.

Conta-se a história de um monge que tinha o hábito de explodir em acessos de fúria e culpar seus companheiros quando as coisas davam errado. Decidiu afastar-se da causa de seus problemas e foi para um mosteiro do deserto, onde praticamente não tinha contato com outros seres humanos.
Certa manhã, após instalar-se em sua nova morada, esbarrou acidentalmente no cântaro de água e lhe derramou o conteúdo. Ficou enfurecido, mas não havia ninguém por perto a quem culpar. Encheu novamente o cântaro. Pouco tempo depois, o mesmo fato se repetiu. Num ímpeto de ira, arremessou o cântaro ao chão, fazendo-o em pedacinhos.
Depois de acalmar-se, começou a refletir e chegou à conclusão de que seu mau humor era problema dele mesmo, e não dos outros.

Amigo, ante os que destilam mau humor, disponhamo-nos a conquistá-los para as fileiras da alegria e do equilíbrio que promovem serenidade e harmonia.
Se somos do número dos que semeamos o mau humor, iniciemos a observar o quanto podemos ser úteis, sendo pessoas tranquilas, propiciadoras de paz, onde estamos e com as condições que tenhamos.
A felicidade não depende do que acontece ao nosso redor e sim do que acontece dentro de nós. A felicidade se mede pelo espírito com o qual nós enfrentamos os problemas da vida. Desejo muito amor pra você hoje.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

mensagem 03.06.16

Sentir inveja pode ser uma forma de destilar a vontade de conquistar o sucesso mediante a glória do outro. Ouço o som da inveja nas palavras, no brilho dos olhos, nos gestos que delineiam os matizes daqueles que veem o crescimento dos outros e deixam de lutar por si próprios. " Obrigado Senhor Deus, por cada minuto que convivo com pessoas falsas, hipócritas e arrogantes. Elas me fazem ver tudo aquilo que não devo me tornar."

O prego

Uma nova igreja fora construída e as pessoas vinham de todas as partes para
admirá-la. Passavam horas admirando a beleza da obra!

Lá em cima, no madeiramento do telhado, um pequeno prego à
tudo assistia. E ouvia as pessoas elogiando todas as partes da encantadora estrutura - exceto o prego! Sequer sabiam que estava lá, e ele ficou irritado e com ciúmes.

- Se sou tão insignificante, ninguém sentirá minha falta!
Então o prego
desistiu de sua vida, deixou de fazer pressão e foi deslizando até cair ao chão.

Naquela noite choveu e choveu muito. Logo, onde faltava um prego, o telhado começou a ceder, separando as telhas. A água escorreu pelas paredes e bonitos murais. O gesso começou a cair, o tapete estava manchado e a bíblia estava arruinada pela água.

Tudo isto porque um pequeno prego desistira de seu trabalho! E o prego? Ao segurar o madeiramento do telhado, era obscuro mas era útil.

Agora, enterrado na lama, não só continuara obscuro, como também se tornara um completo inútil e acabou comido pela ferrugem!

Se você  se sente um prego nesse momento...
Não liga não, isso é inveja!

quinta-feira, 2 de junho de 2016

mensagem 02.06.16

A mulher boa e a mulher má
Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
Escute essa história:
"Numa cidade distante, há muito tempo atrás,  existiam duas mulheres. Uma delas muito, muito boa e a outra, muito, muito má.
Esta última decidiu que deveria fazer algo para incomodar a mulher muito boa e pediu ao seu imediato que fosse à cidade, ou a algumas cidades próximas, tantas quantas se fizessem necessárias, para comprar uma linda caixa de presentes e um lindo laço. Este imediato andou á procura desta encomenda por aproximadamente 3 dias e retornou com os dois objetos comprados.
A mulher má pegou uma boa porção de esterco e colocou na caixa. Fechou a caixa, colocou o laço e pediu ao imediato que fosse entregar o presente à mulher muito boa.
Esta, abriu o presente, se espantou com o seu conteúdo, porém, pediu ao seu imediato que fosse à cidade ou a cidades próximas e comprasse a caixa de presente mais linda e o laço mais lindo que encontrasse. Este imediado andou à procura da encomenda e retornou após 5 dias. A mulher boa foi ao seu jardim, pegou numa rosa colombiana, a mais bonita que tinha em seu jardim, colocou-a na caixa, não sem antes depositar ali um punhado de terra fértil. Fechou a caixa, enfeitou com o lindo laço e acrescentou um cartão, com o qual nele escreveu, de próprio punho.
Pediu ao seu imediato que fosse à casa da mulher má, para entregar o lindo presente.
A mulher má, ao receber o presente, receou abri-lo, acreditando que seu conteúdo fosse pior do que o conteúdo do seu presente enviado para a mulher boa, porém, sua curiosidade foi maior e acabou por abrir a caixa. Se espantou com o conteúdo, admirou a beleza da rosa colombiana e não entendendo nada, foi ler o cartão, que continha a seguinte frase:" Cada um dá o que tem"
Quantas vezes esperamos muito das pessoas e delas nada ou quase nada vem. Se não têm o que esperamos, como poderão ser capazes de dar?
Não perca sua serenidade.
A raiva faz mal a saúde, o rancor estraga o fígado, a mágoa envenena o coração.
Domine suas reações emotivas.
Seja dono de si mesmo.
Não jogue lenha no fogo do seu aborrecimento.
Esqueça e passe adiante, para não perder sua serenidade.
Não perca sua calma.
Pense antes de falar, e não ceda à sua impulsividade.
"Guardar ressentimentos é como tomar veneno e esperar que outra pessoa morra."
Ore agora:

Pai de amor e de bondade, aqui estou me colocando diante da Tua presença, me colocando diante da Tua luz. Da maneira em que me encontro, com tudo aquilo que trago dentro de mim, com as minhas feridas, com as minhas dores; com as minhas angustias, com a minha solidão, mas é desta maneira que me coloco diante de Ti. Pois esta é a minha verdade e por mais que eu quisesse dizer que o meu interior está bem, o Senhor saberia que ai não estaria a minha verdade. Por isso quero te pedir perdão! Me perdoa Pai pelos erros conscientes que cometi contra Ti, derrama sobre mim a Tua misericórdia e compaixão, misericórdia de mim Senhor!

FAÇA AQUI SUA PESQUISA ESTUDANTE

FAÇA AQUI SUA PESQUISA ESTUDANTE
banco de dados na Internet com informações científicas, artísticas, históricas, tecnológicas, esportivas, educacionais e culturais.

MENSAGENS DO PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS COM KACO BARROS

Postagens populares

NATIONAL GEOGRAPHIC A ORIGEM DA VIDA

GRANDIOSO ÉS TU

TUDO SOBRE COMO FALAR EM PÚBLICO

TUDO SOBRE COMO FALAR EM PÚBLICO
VIDEOS E AULAS GRÁTIS. CLICK AQUI!

VEJA E CANTE

VEJA E CANTE
Pe. Zezinho é meu irmao em cristo