LUGAR COM IMAGEM, CHEIRO E SENTIMENTO DE PAZ
Esse lugar existe e não está longe dos olhos, do toque e da alma, aliás é dela que vem o cheiro. O sentimento vem da decisão e a paz se resume em uma frase "eu posso", assim saberás que tudo emana de dentro de você e invade as outras almas como perfume maravilhoso chamado amor. Você constrói o seu destino e Jesus orienta no caminho.

KACO BARROS

SHOW DOS BAIRROS E UM CANTO PARA DEUS, CLIQUE NA IMAGEM

SHOW DOS BAIRROS E UM CANTO PARA DEUS, CLIQUE NA IMAGEM
08H ÀS 12H - SHOW DOS BAIRROS E 08H ÀS 10H DOMINGO - UM CANTO PARA DEUS

APENAS REFLITA SUA VIDA

TENHO ALGO A LHE DIZER

CLICK NA MINHA FOTO AQUI E OUÇA AO VIVO O PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS

CLICK NA MINHA FOTO AQUI E OUÇA AO VIVO O PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS
ESTOU AO VIVO DE 08:00h às 12:00h

DIGITE AQUI UMA PALAVRA QUE VOCÊ PROCURA NO BLOG

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Cartinha para o Papai Noel


Já faz tanto tempo que eu não escrevo para o senhor, não é?

Mas hoje, meu bom velhinho, resolvi resgatar aquela criança de brilho nos olhos e o coração cheio de esperanças que ainda vive dentro de mim. Meus pedidos mudaram um pouco mas com certeza o senhor poderá me atender.

Eu gostaria de uma pequena caixa vermelha.

Isso mesmo vermelha. Para que eu quero essa caixa?

Eu explico:

Dentro dela vou guardar:

Todo o amor que eu tenho para dar..

Toda a esperança que vive dentro de mim..

Toda a saúde que eu possa ter…

Todo o carinho que eu tenho para distribuir.

Vou guardar também a compreensão …

Guardarei também a solidariedade que é tão necessária..

Guardarei todos os meus sonhos para que nenhum fuja entre os meus dedos.. Nela vai caber também o meu sorriso para que eu possa ofertar aos amigos a quem tanto amo…

Vou guardar também:

A confiança, pois sem ela não vivemos..

A minha lealdade para que com ela possam contar..

A felicidade… para que eu possa compartilhar..

Todos os aprendizados que a vida me fez passar para que eu seja uma pessoa cada vez melhor…

O senhor deve estar se perguntando onde vou guardar essa caixinha… e eu lhe respondo:

Dentro do meu coração, pois de lá sei que ela jamais se perderá… e para sempre vai ficar.

Meu Bom Velhinho faça que com a chegada do Natal a criança que cada um tem dentro de si nasça novamente…Que o menino Jesus nos abençoe e proteja.A minha criança está viva…e cheia de sonhos..

a espera do meu pequeno milagre de Natal…

mensagem 30.11.16


Um repórter perguntou à Cora Coralina o que é viver bem?

Ela disse-lhe: “Eu não tenho medo dos anos e não penso em velhice. E digo prá você, não pense.

Nunca diga estou envelhecendo, estou ficando velha. Eu não digo. Eu não digo estou velha, e não digo que estou ouvindo pouco. É claro que quando preciso de ajuda, eu digo que preciso.

Procuro sempre ler e estar atualizada com os fatos e isso me ajuda a vencer as dificuldades da vida. O melhor roteiro é ler e praticar o que lê.

O bom é produzir sempre e não dormir de dia.

Também não diga prá você que está ficando esquecida, porque assim você fica mais.

Nunca digo que estou doente, digo sempre: estou ótima.

Eu não digo nunca que estou cansada. Nada de palavra negativa. Quanto mais você diz estar ficando cansada e esquecida, mais esquecida fica. Você vai se convencendo daquilo e convence os outros. Então silêncio!

Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha não. Você acha que eu sou?

Posso dizer que eu sou a terra e nada mais quero ser. Filha dessa abençoada terra de Goiás.



Convoco os velhos como eu, ou mais velhos que eu, para exercerem seus direitos. Sei que alguém vai ter que me enterrar, mas eu não vou fazer isso comigo.

Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes. O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade.

Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor.

Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende.”

"Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir."

terça-feira, 29 de novembro de 2016

mensagem 29.11.16

Oração de Santa Catarina – Contra acidentes

oracao-a-santa-catarinaPai de amor, que protegestes Santa Catarina da crueldade da tortura, concedendo-lhe, pela invocação do Vosso Santíssimo Nome, pôr em destroços a roda de lâminas de ferro que a supliciaria; pela intercessão da mesma Santa Catarina vos pedimos a proteção contra todo tipo de acidentes:


Contra acidentes de trânsito,
Acidentes com instrumentos de trabalho,
Acidentes com balas perdidas,
Acidentes naturais como desabamentos de terra ou construções,
Acidentes na água e com o fogo,
Acidentes com eletricidade e raios,
Acidentes com aviões e outros meios de transportes,
Acidentes em casa, na rua, no campo e no mato.
Pai providentíssimo, ouvi as preces que vos dirigimos por Santa Catarina e dignai-vos proteger-nos de todos os perigos que a cada instante estamos sujeitos a enfrentar.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, em comunhão com o Espírito Santo. Amém!

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

mensagem 25.11.16

Maria passa na frente e vai abrindo estradas e abrindo portas e portões, abrindo casas e corações. A Mãe indo na frente, os filhos estão protegidos e seguem seus passos. Ela leva todos os filhos sob sua proteção. Maria passa na frente e resolve aquilo que somos incapazes de resolver. Mãe, cuida de tudo que não está ao nosso alcance. Tu tens poderes para isso. Vai Mãe, vai acalmando, serenando e amansando os corações. Vai acabando com o ódio, rancores, mágoas e maldições. Vai ...terminando com as dificuldades, tristezas e tentações. Vai tirando teus filhos das perdições. Maria passa na frente e cuida de todos os detalhes, cuida, ajuda e protege a todos os teus filhos. Maria Tu és a Mãe também porteira. Vai abrindo o coração das pessoas e as portas nos caminhos. Maria eu te peço passa na frente e vai conduzindo, levando, ajudando e curando os filhos que precisam de Ti. Ninguém pode dizer que foi decepcionado por Ti, depois de ter chamado ou invocado. Só tu, com o poder de teu filho, pode resolver as coisas difíceis e impossíveis. Nossa Senhora, faço esta oração pedindo a tua proteção, rezando um Pai Nosso e três Ave Marias. Amém.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

mensagem 24.11.16


“Para o bem ou para o mal, suas palavras são a sua propaganda. Todas as vezes que abre a boca, você revela o que existe na sua mente”


O Galo e A Raposa



Empoleirado em um alto galho de árvore, o galo estava de sentinela, vigiando o campo para ver se não havia perigo para as galinhas e os pintinhos que ciscavam o solo à procura de minhocas. A raposa, que passava por ali, logo os viu e imaginou o maravilhoso almoço que teria se comesse um deles. Quando viu o galo de vigia, a raposa logo inventou uma historinha para enganá-lo.

- Amigo galo, pode ficar sossegado. Não precisa cantar para avisar às galinhas e os pintinhos que estou chegando. Eu vim em paz.

O galo, desconfiado, perguntou:

- O que aconteceu? As raposas sempre foram nossas inimigas. Nossos amigos são os patos, os coelhos e os cachorros. Que é isso agora?

Mas a espertalhona continuou:

- Caro amigo, esse tempo já passou! Todos os bichos fizeram as pazes e estão convivendo em harmonia. Não somos mais inimigos. Para provar o que digo, desça daí para que eu possa lhe dar um grande abraço!

O que a raposa queria, na verdade, era impedir que o galo voasse para longe. Se ele descesse até onde ela estava, seria fácil dar-lhe um bote. Mas o galo não era bobo. Desconfiado das intenções da raposa, ele lhe perguntou:

- Você tem certeza de que os bichos são todos amigos agora? Isso quer dizer que você não tem mais medo dos cães de caça?

- Claro que não! - confirmou a raposa.

Então o galo disse:

- Ainda bem! Porque, daqui de cima estou avistando um bando que vem correndo para cá. Mas, como você disse, não há perigo, não é mesmo?

- O que?! - gritou a raposa, apavorada.

- São os seus amigos! Não precisa fugir, cara raposa. Os cães estão vindo para lhe dar um grande abraço, como esse que você quer me dar. Mas a raposa, tremendo de medo, fugiu em disparada, antes que os cães chegassem.

(Jean de La Fontaine

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

mensagem 23.11.16



Na missa em Santa Marta, o Papa afirma que a riqueza é um dom de Deus que deve ser usado para ajudar os outros e não para ser acumulado com ganância. “Essa é a primeira consequencia da atitude de estar apegado ao dinheiro: destrói” – disse o Papa – “Quando uma pessoa é apegada ao dinheiro, destrói a si mesma, destrói a família! O dinheiro destrói!É assim ou não?”

“O dinheiro – melhor explica o Santo Padre – serve para levar avante muitas coisas boas, muitos projetos para desenvolver a humanidade, mas quando o seu coração está apegado, destrói a pessoa”. Jesus narra a parábola do homem rico que “acumula tesouros para si e não é rico para Deus”.

Leia essa estória :

Havia um sapateiro que trabalhava à porta de sua casa e estava sempre cantando. Tinha muitos filhos que andavam esfarrapados, mas à noite, quando a mulher punha a ceia pobre na mesa, ele tomava a viola e tocava sua cantigas, bem satisfeito.

Diante de sua casa vivia um homem muito rico, que reparava naquela pobreza toda, e um dia mandou dar ao outro um saco de dinheiro, pois deseja vê-lo feliz.

O sapateiro, muito espantado com aquela generosidade, pegou o dinheiro e à noite fechou-se com a mulher no quarto, para contar as moedas. Não tocou viola, e, por fazerem barulho as crianças levando-o a errar na conta, bateu nas crianças e elas se acabaram numa choradeira, pois nunca tinham apanhado e mesmo com a fome não lhe doeram tanto quanto as pancadas.
No quarto outra vez, disse a mulher ao sapateiro:

- Que vamos fazer com tanto dinheiro?

- Enterrá-lo.

- Podemos esquecer onde. É melhor guarda-lo no baú.

- Podem roubá-lo. O melhor é por no banco para render.

- não, não, isso não.

- Então reformamos a casa, fazemos de sobrado e eu arranjo uma oficina toda pintada de branco.

A conversa foi esquentado, palavra puxa palavra,e o homem, exaltando- se dá dois tapas na mulher que começa um berreiro danado.

Durante a noite toda não pregaram o olhos. O vizinho ricaço estava espantado por não ter ouvido as cantigas de costumes, e sim choro de criança e ruídos de briga de adultos.

Finalmente o sapateiro disse à esposa:
- Sabes que mais? Esse maldito dinheiro matou nossa alegria. O melhor é devolvê-lo ao vizinho. E tratemos de ficar com nossa pobreza, que enquanto fomos pobres éramos amigos e não havia choros nessa casa.

A mulher ficou muito satisfeita, e no dia seguinte o sapateiro devolveu o dinheiro ao vizinho e voltou a cantarolar, cantando alegremente, como costume.

Linartt Vieira

terça-feira, 22 de novembro de 2016

mensagem 22.11.16


Quatro velas estavam queimando calmamente. O ambiente estava tão silencioso que podia-se ouvir o diálogo que travavam.
A primeira disse:- Eu sou a paz !
E apesar de minha luz as pessoas não conseguem manter-me, acho que vou apagar.
E diminuindo devagarzinho, apagou totalmente.
A segunda disse :- Eu me chamo Fé !
Infelizmente sou muito supérflua. As pessoas não querem saber de Deus. Não faz sentido continuar queimando. Ao terminar sua fala, um vento levemente bateu sobre ela, e esta se apagou.
Baixinho e tristonha, a terceira vela se manifestou - Eu sou o amor !
Não tenho mais força para queimar. As pessoas me deixam de lado, só conseguem se enxergar, esquecem-se até daqueles à sua volta que lhes amam. E sem mais apagou-se.
De repente ... entrou uma criança e viu as três velas apagadas. - Que é isso ? Vocês deviam queimar e ficar acesas até o fim. Dizendo isso começou a chorar.
Então a quarta vela falou :- Não tenhas medo criança, enquanto eu queimar podemos acender as outras velas, eu sou a Esperança !
A criança com os olhos brilhantes pegou a vela que restava e acendeu todas as outras.


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

mensagem 17.11.16


Bati na cabeça dele 

A escritora esportiva Jeannette Bruce passou dois anos e meio tomando lições de judô, progredindo constantemente em busca de autodefesa.

- Certa noite, bastante chuvosa, ela disse, o que é o sonho de todo aprendiz de judô aconteceu comigo. Eu caminhava pela 6ª Avenida, por volta de 9 horas da noite, quando um homem pulou de uma entrada escura e tentou agarrar minha bolsa. Como eu estava preparada... Pronta para esmagá-lo na calçada com golpes certeiros!

- Mas, em vez disso... Bati na cabeça dele com a minha sombrinha!

Suponho que a maioria de nós pode se identificar com Jeannette de alguma forma. Quantas vezes recebemos uma grande oportunidade de fazer algo de bom e acabamos por fazer ou dizer algo bem estúpido. Ou quantas vezes estamos frente a frente com algo que sabemos que devemos evitar e não evitamos.

Entretanto, quando fracassamos, o importante é levantar-se, aprender com nossos erros e seguir em frente tendo aprendido a colocar nossa confiança em Deus em cada situação em que nos encontrarmos.

Por isso, em minhas orações, sempre acrescento:
"Meu bom Deus, obrigado por, em todas as vezes que tropecei e cai, você não ter me condenado, mas estendido Sua mão para ajudar a me levantar e manter-me sobre minhas pernas.

 Obrigado por, em cada fracasso meu, ter me ajudado a aprender com meus erros, levantar-me, e, seguir em frente confiando em Ti.

Obrigado por ouvir e responder minha oração."

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

mensagem 16.11.16



Quando alguém abre a boca para expor a sua opinião, evidentemente ele está convencido de que conhece a verdade. Escute essa história:

Havia numa aldeia um velho muito pobre que possuía um lindo cavalo branco.
Numa manhã ele descobriu que o cavalo não estava na cocheira.
Os amigos disseram ao velho:
Mas que desgraça, seu cavalo foi roubado!

E o velho respondeu:
Calma, não cheguem a tanto.
Simplesmente digam que o cavalo não está mais na cocheira.
O resto é julgamento de vocês.
As pessoas riram do velho.

Quinze dias depois, de repente, o cavalo voltou.
Ele tinha fugido para a floresta. Na volta, trouxe uma dúzia de cavalos selvagens com ele.
As pessoas se reuniram de novo e disseram:
Velho, você tinha razão. Não era mesmo uma desgraça, e sim uma benção.

E o velho disse:
Vocês estão se precipitando de novo.
Quem pode dizer se é uma benção ou não?
Apenas digam que o cavalo está de volta…

O velho tinha um único filho que começou a treinar os cavalos selvagens.
Apenas uma semana mais tarde, ele caiu de um dos cavalos e fraturou as pernas.

As pessoas se reuniram e, mais uma vez, se puseram a julgar:
E não é que você tinha razão, velho?
Foi uma desgraça seu único filho perder o uso das duas pernas.
E o velho disse:

Mas vocês estão obcecados por julgamentos, hein?
Não se adiantem tanto.
Digam apenas que meu filho fraturou as pernas.
Ninguém sabe ainda se isso é uma desgraça ou uma bênção…

Aconteceu que, depois de algumas semanas, o país entrou em guerra e todos os jovens da aldeia foram obrigados a se alistar, menos o filho do velho.
E os que foram para a guerra, morreram…

Quem é obcecado por julgar cai sempre na armadilha de basear seu julgamento em pequenos fragmentos de informação.
E isso leva a conclusões precipitadas.

Nunca encerre uma questão de forma definitiva, pois quando um caminho termina, outro começa.
Quando uma porta se fecha, outra se abre…

Às vezes enxergamos apenas a desgraça, e não vemos a benção que ela nos traz…

terça-feira, 15 de novembro de 2016

mensagem 15.11.16

A Lei do Caminhão de Lixo
(Arnaldo Jabor)
"Um ,dia peguei um táxi para o aeroporto. Estávamos rodando na faixa certa quando um carro preto saiu de repente do estacionamento direto na nossa frente.
O taxista pisou no freio bruscamente, deslizou e escapou de bater em outro carro, por um triz !
O motorista do outro carro começou a gritar nervosamente....
Mas o taxista apenas sorriu e acenou para o cara, fazendo um sinal de positivo, de maneira bastante amigável.
Indignado lhe perguntei:
‘Porque você fez isto? Este cara quase arruína o seu carro, a nós e quase nos manda para o hospital!!!
Foi quando o motorista do taxi me ensinou o que eu agora chamo de:
“A Lei do Caminhão de Lixo.”
Ele explicou que muitas pessoas são como caminhões de lixo.
Andam por aí carregadas de lixo, cheias de frustrações, de raiva e traumas!
À medida que o lixo cresce, elas precisam de um lugar para descarregar e, às vezes, descarregam sobre a gente.
Nunca tome isso como pessoal.
Isto não é problema seu! É dele !
Apenas sorria, acene, deseje-lhes sempre o bem, e vá em frente.
Não pegue o lixo de tais pessoas e nem o espalhe sobre os outros, seja no trabalho, em casa, ou nas ruas.
Fique tranquilo…
Respire... E DEIXE O LIXEIRO PASSAR.
Pessoas felizes não deixam os caminhões de lixo estragar o seu dia.
A vida é muito curta, não leve lixo com você !
Limpe os sentimentos ruins, aborrecimentos do trabalho, picuinhas pessoais, ódio e frustrações.
Ame as pessoas que te tratam bem.
E trate bem as que não o fazem.
A vida é dez por cento do que você faz dela e noventa por cento da maneira como você a recebe!
Tenham uma ótima semana, uma ótima vida e lixeira vazia!
Bom dia

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

mensagem 14.11.16


UMA FÉ INABALÁVEL!

Todos os dias o mal sai contra nós, dando contra a nossa  vida, com o objetivo claro de abalar a fé, desestruturar a pessoa para que ela caia. Tempestades, terremotos, ventos, e o próprio passar do tempo são coisas que poderiam abalar, fazer com que o monte fosse desmoronando aos poucos até a ruína completa, mas mesmo com tudo isso se confiamos no Senhor

Um homem estava decidido a retirar toda a água de um grande lago para encontrar uma pérola de valor inestimável que havia no fundo. Depois de dois ou três dias esvaziando-o, balde após balde, um enorme dragão apareceu e disse-lhe:

— Sou o senhor do lago. O que está fazendo?

O homem replicou-lhe que procurava uma pérola perdida e pretendia retirar cada gota d’água do lago, até encontrá-la. O dragão riu-se dele e afirmou-lhe, zombeteiro:

— Jamais a encontrará! É impossível retirar  toda a água, mesmo que não fizesse outra coisa em toda a sua vida.

Mas o homem continuou retirando a água, incessantemente, todos os dias.

— Você está errado, disse ao dragão, vou conseguir! Mesmo se não esvaziar o lago nessa vida, morrerei com um único pensamento de conseguir a jóia. Na próxima existência, voltarei ao lago e continuarei meu trabalho. Quando morrer novamente, renascerei e de novo insistirei. Mesmo que leve cem, mil ou dez mil vidas, acabarei vencendo e a pérola será minha!

O dragão, impressionado com a feroz determinação daquele homem, se deu conta de que nada poderia detê-lo e que ele acabaria perdendo não somente a jóia, mas, também, o lago. Desistiu de tentar convencê-lo e deu a pérola ao homem.

 

Confiar em Deus implica em entregar a vida totalmente a ele sem reservas, se confiamos, andamos pela direção que Ele nos dá, cremos na sua palavra e nas suas promessas sem olhar para as circunstâncias que muitas vezes tentam mostrar uma falsa realidade de derrota e fracasso, temos de ignorar as vozes contrarias a fé que inúmeras vezes vão soprar em nosso ouvido para que percamos a confiança no Senhor e assim sejamos atingidos.

    "Os que confiam no Senhor são como o monte Sião, que não se abala, firme para sempre. Como ao redor de Jerusalém estão os montes, assim o Senhor está em favor do seu povo, desde agora e para sempre." Sl. 125. 1-2.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

mensagem 11.11.16


Uma das grandes desvantagens de termos pressa é o tempo que nos faz perder.

Olhando mais longe....                      

Um cão de caça espantou uma lebre para fora de sua toca, 
mas depois de longa perseguição, ele parou a caçada.

Um pastor de cabras vendo-o parar, ridicularizou-o dizendo:
- Aquele pequeno animal é melhor corredor que você.

O cão de caça, respondeu:
- Você não vê a diferença entre nós? eu estava correndo 
apenas por um jantar, mas ele, por sua vida!

Uma das grandes desvantagens de termos pressa é o tempo que nos faz perder.
E você, tem olhando mais longe...para sua vida,
você esta correndo tanto pra que?
Você esta querendo só jantar...ou esta só salvando sua pele.

Temos a nossa disposição, todos os meios que nos possibilitam um andar firme e seguro rumo a nós mesmos, rumo ao conhecimento, rumo a paz interior, basta que para isso, consigamos conhecer todas as nossas limitações e termos a coragem necessária para enfrentarmos todos os obstáculos sem pressa. Temos dentro de nós mesmos, todas as respostas e todos os meios para sobreviver, todos os meios para nos curarmos, todos os meios para sermos felizes, basta que direcionemos todos os nossos pensamentos, sadiamente, para objetivos nobres.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

mensagem 04.11.16

Aceita um palito?
A cortesia é parecida com a manga de um mágico; sempre guarda surpresas agradáveis. No mínimo, uma pomba da paz!
Um sorriso, um cumprimento cordial, um pedido de desculpas,
a cessão da vez ou do lugar, um suave "por favor", um envolvente "obrigado", e tantos outros comportamentos qualificados como de etiqueta, são elementos que saem aos montes do ventre da cortesia.
A cortesia é sempre maravilhosa, mesmo quando só por interesse - oportunidade em que perde muito de seu encanto. Mas o pior é a sua ausência... Ih! É ruim.
Tente imaginar essa cena: Chegando ao restaurante, enquanto esperava que os pratos fossem servidos, o pai pega um paliteiro, tira um palito e dá-o a uma filha. Esta, espantada, reage:
- Pra que é que eu quero um palito?
- É um presente meu, filha. Aceite-o.
- Não... Obrigada!
Ato contínuo, deu-o ao filho que também ali estava, sendo por ele aceito com um sorridente,
- Muito obrigado papai!.
Minutos depois, chegou o prato principal. Compondo-o, destacava-se uma vistosa azeitona verde.
Calmamente, o pai pede de volta o palito ao filho, espeta-o na azeitona, devolvendo-o em seguida, agora adornado por aquele delicioso petisco.
A filha logo reclama:
- E eu, não ganho uma azeitona, não?
- Não! - respondeu o pai com tranqüilidade - Quando lhe dei um palito de presente foi para que, chegando o prato principal, você fosse a primeira a se servir, tirando a azeitona de que tanto gosta. Como não aceitou o presente...
- Mas papai, se eu soubesse...
- É isso, filha, se você soubesse já teria aprendido que presentes dados têm valores visíveis e invisíveis, e só quem sabe recebê-los tem condições de perceber tudo isso... e desfrutá-los com proveito e sabedoria.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

mensagem 02.11.16

Ouvindo Deus
Eram aproximadamente 10 horas da noite quando um jovem começou a dirigir-se para casa. Sentado no seu carro, ele começou a pedir:
- "Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo. Eu irei ouví-lo. Farei tudo para obedecer".
Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho: 'Pare e compre um galão de leite'.
Ele balançou a cabeça e falou alto: 'Deus? É o Senhor?'
Não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa. Porém, novamente, surgiu o pensamento: 'Compre um galão de leite'.
O jovem pensou em Samuel seu filho e como ele não reconheceu a voz de Deus, ele continuou.
“Isso não parece ser um teste de obediência muito difícil... Ele poderia também usar o leite.” O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa.
Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido:
'Vire naquela rua'.
Isso é loucura... - pensou - e, passou direto pelo retorno.
Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua. No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se para lá.
Meio brincalhão, ele falou alto: 'Muito bem, Deus. Eu farei'.
Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar. Freou o carro. Olhou em volta. Era uma área mista de comércio e residência. Não era a melhor área, mas também não era a pior da vizinhança. Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estava às escuras, como se as pessoas já tivessem ido dormir, exceto uma do outro lado que estava acesa.
Novamente, ele sentiu algo: 'Vá e dê o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua'.
O jovem olhou a casa. Ia saindo do carro, mas voltou a sentar-se.
'Senhor, isso é loucura. Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite?'.
Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite.
'Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas pessoas. Ele atravessou a rua e tocou a campainha. Pôde ouvir um barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança. A voz de um homem soou alto: 'Quem está aí? O que você quer?'
A porta abriu-se. Em pé estava um homem vestido de jeans e camiseta.
Ele desconhecido em pé na sua soleira.
'O que é? '.
O jovem entregou-lhe o galão de leite. 'Comprei isto para vocês'.
O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto. A mulher pegou o leite e foi para a cozinha. O homem a seguia segurando nos braços uma criança que chorava.
Lágrimas corriam pela face do homem e, ele começou a falar, meio soluçando: 'Nós oramos. Tínhamos muitas contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado. Não tínhamos mais leite para o nosso bebê. Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite'.
A esposa gritou lá da cozinha:
Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco... Você é um anjo?‘
O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e colocou-o na mão do homem. Ele voltou para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face, pois experimentou que Deus ainda responde os pedidos.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

mensagem 01.11.16

Olá meu filho!
Tenho visto você procurar soluções para seus problemas, para sua tristeza e seus fracassos.
Você têm batido em tantas portas e nenhuma delas têm se aberto para você.
Sabe! Tudo isso eu sei e muito me entristece, pois tenho estado contigo durante todos os momentos de sua vida ansioso para que me dê a oportunidade para lhe falar do quanto Eu posso te ajudar.
Eu te entendo, o mundo te sufoca tanto e não lhe mostra a saída.
Quero dizer a você que não é preciso percorrer o mundo para encontrar a solução para tudo que se passa em sua vida, basta tão somente entrar no teu quarto, fechar a porta e dizer: “Senhor eu preciso de ti”.
Olha eu moro tão perto que posso até ouvir as batidas de seu coração e se você conhecesse um pouquinho da minha história, saberia que nela Eu digo que estaria contigo até o fim dos séculos e que em tudo te fortaleceria se você se entregasse a mim.
Eu dei a minha vida por você e não me arrependo, pois sei o valor que você tem.
Meu filho, chega de sofrer, pois eu te fiz para ser vencedor, portanto tome posse do seu direito e comece a agir e viver como um verdadeiro guerreiro que não teme seus adversários por maior que eles sejam.
Lembre-se que se o mar da vida não se abrir para que você passe por entre ele é que eu farei com que você caminhe por sobre suas águas.
SOU JESUS CRISTO E QUERO QUE SIMPLESMENTE VOCÊ ME ACEITE...

FAÇA AQUI SUA PESQUISA ESTUDANTE

FAÇA AQUI SUA PESQUISA ESTUDANTE
banco de dados na Internet com informações científicas, artísticas, históricas, tecnológicas, esportivas, educacionais e culturais.

MENSAGENS DO PROGRAMA SHOW DOS BAIRROS COM KACO BARROS

Postagens populares

NATIONAL GEOGRAPHIC A ORIGEM DA VIDA

GRANDIOSO ÉS TU

TUDO SOBRE COMO FALAR EM PÚBLICO

TUDO SOBRE COMO FALAR EM PÚBLICO
VIDEOS E AULAS GRÁTIS. CLICK AQUI!

VEJA E CANTE

VEJA E CANTE
Pe. Zezinho é meu irmao em cristo